ENTRE O CLARO E O ESCURO: o encontro entre Roger Bastide e Claude Lévi-Strauss1

Maria Lúcia de Santana Braga

Resumo


O artigo examina o papel desempenhado por Roger Bastide nas ciências sociais mediante o confronto com a trajetória e o pensamento de Claude Lévi-Strauss. Os dois pensadores são nomes emblemáticos das ciências sociais e constituem parâmetros relevantes para compreender a teoria social formulada no século XX. A escolha de Lévi-Strauss como base para esse exercício deve-se à freqüente comparação entre os dois pensadores realizada por ex-alunos e contemporâneos, além do fato de serem dois casos exemplares na academia francesa, que percorreram caminhos em muitos aspectos próximos e também distintos: o período passado no Brasil, a dedicação a determinados temas e objetos de estudo, as instituições escolhidas, a visibilidade, o estilo, a inserção e a consagração no campo acadêmico e intelectual.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427