FRAGMENTAÇÃO URBANA E SOCIABILIDADE JUVENIL EM JOÃO PESSOA: o skate e o hip-hop

Tereza Correia da Nóbrega Queiroz

Resumo


Este trabalho analisa as transformações urbanas que vem ocorrendo na cidade de João Pessoa, capital do estado da Paraíba, e algumas formas de sociabilidade Juvenil a elas relacionadas. Acompanhando tendências mais gerais de desenvolvimento urbano, a cidade de João Pessoa vem se tornando crescentemente segmentada e vem consolidando novas formas de segregação urbana. Os jovens que habitam bairros de periferia, socialmente desvalorizados, desenvolvem diferentes formas de sociabilidade e auto-expressão que constituem sub-culturas juvenis específicas e cujo conteúdo responde em parte às exclusões e discriminações experimentadas. Uma das atividades expressivas de jovens urbanos é o skate, em torno do qual se aglutinam jovens de diferentes localidades. Na modalidade street, os skatistas inventam um modo peculiar de navegação pela cidade, ultrapassando seus limites reais ou imaginários e reinventando os usos e significados dos equipamentos urbanos. O movimento hip-hop representa outra forma de resposta juvenil de moradores da periferia à vivência no mundo urbano, cuja especificidade e a criação de uma identidade positiva para jovens pobres e o impulso para a criação artística, em que se faz o relato e a denúncia do cotidiano da cidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427