Violência e ajustamento na colonização do trópico: notas sobre as interpretações de Sérgio Buarque de Holanda e Gilberto Freyre

Allan Rodrigo Arantes Monteiro

Resumo


Resumo

Este ensaio compara as interpretações formuladas por Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda a respeito da colonização portuguesa nas terras do Brasil, com destaque à relação entre os homens e o meio tropical nessa fase de ocupação. Um primeiro aspecto a ser destacado é a relativa correspondência de foco e temática em torno de concepções gerais sobre o processo de colonização, demarcando posições interpretativas por vezes distintas, por vezes complementares a respeito da natureza dos trópicos, das características do elemento colonizador e de sua relação com os grupos indígenas habitantes da terra e com os africanos trazidos como escravos. Um segundo aspecto refere-se ao tratamento regionalizado conferido por esses autores em trabalhos voltados a uma compreensão mais detalhista e localizada desse processo, resultando numa descrição comparativa entre manchas socioculturais com valores e práticas distintas de interação com o meio natural: de um lado o Nordeste da civilização da cana, como apresentado por Freyre no livro "Nordeste"; de outro, São Paulo dos bandeirantes, conforme descrito por Sérgio Buarque de Holanda nos livros "Caminhos e fronteiras" e "Monções".

 

Palavras-chave: Pensamento social, Brasil colônia, Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda

______________________________________________________

 

Abstract

The essay compares the interpretations made by Gilberto Freyre and Sérgio Buarque de Holanda about Portuguese colonization of Brazil, with special attention to the relation between men and tropical nature. A first aspect to be highlighted is the thematic correspondence around general conceptions concerning the Portuguese colonization, marking interpretive positions about the nature of the tropics, the characteristics of the colonizer element and its relationship with indigenous groups inhabitants of the land and with africans brought as slaves. A second aspect refers to the local treatment given by these authors in studies related to a more detailed understanding about the colonization adjustment to the tropics, resulting in a comparative description of socio-cultural spots with different values and practices of interaction with the environment: on one side, the sugar cane civilization of Northeast Brazil, as shown by Freyre in the book " Nordeste"; on the other side, São Paulo of the pioneers, as described by Sérgio Buarque de Holanda in the books "Caminhos e Fronteiras” and " Monções".

 

Keywords: Social thought; Colonial Brazil; Gilberto Freyre; Sérgio Buarque de Holanda


Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427