POLÍTICA E PRODUÇÃO CULTURAL NO CEARÁ (1960-2014): a formação de um campo

Rachel Gadelha, Alexandre Almeida Barbalho

Resumo


O artigo investiga como as distintas políticas culturais, especificamente aquelas relacionadas ao financiamento da cultura, influenciaram as conformações do setor da produção cultural no Ceará entre os anos 1960 e 2014. O objetivo do texto é compreender como estas políticas impactaram e ainda impactam a produção cultural, não só no aspecto do desenvolvimento da atividade e ampliação do campo, mas também na indução de discursos, valores e fazeres. Nosso recorte empírico tem como referência o trabalho de profissionais que lidam com a cultura, propondo e realizando seus projetos no Ceará. Por meio de entrevistas semiestruturadas com os produtores, buscamos perceber diferenças de atitudes e percepções, identificando quais são e como ocorrem. Como resultado, constamos que as trajetórias dos produtores culturais foram se adaptando às políticas de financiamento o que resultou em três tipos/gerações distintos: 1960-1970; 1980-1990; 2000 em diante


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427