A ESTÉTICA POLÍTICA DO PROTESTO: comunidades reassentadas em Tete, Moçambique

Elísio Macamo, Cremildo de Abreu Coutinho

Resumo


Este artigo debruça-se sobre a relação entre a presença da indústria extrativa em Moçambique e a natureza do espaço político. Ele interroga-se sobre os processos políticos que essa presença desencadeia no contexto local. Esses processos consistem em reivindicações. O propósito analítico é de mostrar até que ponto essas reivindicações políticas produzem uma forma política específica. Damos a esta forma política o nome de “estética política” para destacarmos a importância que a forma de articulação política pode ter no conteúdo que dá substância ao espaço político. A pesquisa na base do artigo adoptou uma abordagem etnográfica e narrativa com o propósito de ancorar a análise no mundo social dos entrevistados e sua maneira de interpelar a sua própria vida.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427