POLÍTICAS EDUCACIONAIS E O PAPEL DO COORDENADOR DE ÁREA NO PROGRAMA ALÉM DAS PALAVRAS

Leni Aparecida Souto Miziara

Resumo


Este artigo analisa a evolução legal e a atuação dos Coordenadores de Área no Programa Além das Palavras, os quais tinham a incumbência de redimensionar a prática pedagógica e monitorar os professores. Questiona se tal modelo de coordenação concebe a gestão para a transformação ou promove a conservação do processo pedagógico vinculada à lógica técnico-positivista? É uma análise crítica da legislação com holofote dos teóricos da Pedagogia Histórico-Crítica. Espera-se que esse artigo amplie os debates das políticas voltadas as atribuições dos coordenadores, em especial, sobre a necessidade de ser ter uma boa formação teórica para lutar por uma educação humanizadora.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.