Concepções de gramática no caderno Pontos de Vista da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro: atividades com gramática normativa e internalizada

Evanielle Freire Lima, Herbertt Neves

Resumo


Toda proposta de trabalho descritivo ou escolar com os conhecimentos gramaticais reflete determinadas concepções de gramática e perspectivas didático-metodológicas diversas. Sendo assim, nesta pesquisa, com atenção específica a algumas dessas concepções, buscamos analisar as orientações de gramática normativa e internalizada no caderno Pontos de Vista, material orientador para o trabalho com o gênero Artigo de Opinião da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Sobre as concepções de gramática, este trabalho fundamenta-se das contribuições propostas por Travaglia (2009), Franchi (1991; 2006), Neves (2005) e Possenti (1996). Sobre o ensino de gramática na escola, apoiamo-nos nos estudos de Antunes (2007), Faraco (2006) e Mendonça (2006). Nosso trabalho caracteriza-se pela adoção do método indutivo, de abordagem quanti-qualitativa e descritiva, com procedimento técnico de análise documental, pelo estudo dos cadernos do professor da Opinião da Olimpíada de Língua Portuguesa. Após as análises, verificamos que as concepções de gramática normativa e internalizada presentes nas orientações para o professor possibilitam um trabalho contextualizado com a gramática nas escolas, voltado a práticas efetivas de leitura e escrita.


Palavras-chave


Análise Linguística; Gramática Internalizada; Gramática Normativa; Material Didático; Olimpíada de Língua Portuguesa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i23p%25p



 

Qualis (CAPES): B1 (Quadriênio 2013-2016)

Diretórios:


Indexadores:

 JURN: Get the research you need, free

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

 

 

Institucional