Narratividade e comunidade. Considerações sobre a obra de Nathaniel Hawthorne

Raul Azevedo de Andrade Ferreira

Resumo


Apesar da grande dificuldade de se encontrar uma solução satisfatóriapara as relações entre discurso literário e realidade social, a questãosempre se apresentou como o problema mais inevitável e necessário àteoria literária. Ao refletir sobre dois textos do ficcionista americanoNathaniel Hawthorne, este ensaio revisita textos clássicos sobre o temafocalizando em como a passagem de uma comunidade fechada para umasociedade problematizadora de suas verdades faz com que a linguagem dogênero narrativo abandone sua transparência e passe a trabalhar comoconstituidora de uma realidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor. 2003. A posição do narrador no romance

conteporâneo. In: — Notas de literatura. São Paulo: Duas Cidades.

BENJAMIN, Walter. 1985. O narrador. Considerações sobre a obra de

Nikolai Leskov. In: — Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre

literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense.

CERVANTES, Miguel de. 2003. Dom Quixote. São Paulo: Abril.

CULLER, Jonathan. 1993. History and discourse in the analysis

of narrative. In: — The pursuit of signs: Semiotics, literature,

Deconstruction. Ithaca (New York): Cornell University Press.

ELIOT. T.S. 2004. Poesia. trad. de Ivan Junqueira. São Paulo: Arx.

HAWTHORNE, Nathaniel. 1993. Three complete novels. New

Jersey: Gramecy books.

HOMERO. 1960. Odisséia. Trad. Carlos Alberto Nunes. São Paulo:

Melhoramentos.

ISER, Wolfgang. 1983. Os atos de fingir ou o que é fictício no texto

ficcional. In: — LIMA, Luis Costa. Teoria da literatura em suas fontes.

Rio de Janeiro: F. Alves.

KAFKA, Franz. 2003. O castelo. São Paulo: Abril.

LIMA, Luis Costa. 1989. A narrativa na escrita da história e da ficção.

In: — A aguarás do tempo: estudos sobre a narrativa. Rio de Janeiro:

Rocco.

______. 1991. A questão da narrativa. In: — Pensando nos trópicos

(dispersa demanda II). Rio de Janeiro: Rocco.

LUCKÁCS, Georg. 2000. Teoria do romance. São Paulo: Duas

Cidades.

ROSA, João Guimarães. 2001. Grande Sertão: Veredas. Rio de

Janeiro: Nova Fronteira.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.