O Sujeito Submetido à Linguagem

Leda Verdiani Tfouni, Alessandra Fernandes Carreira

Resumo


Neste artigo, seguindo a questão da subjetividade, apresentaremos uma exposição sobre as postulações teóricas de Ferdinand de Saussure, bem como importantes considerações de autores mais contemporâneos. Tais postulações permitiram que outras disciplinas, especialmente a Análise do Discurso de “linha” francesa (AD) e a Psicanálise lacaniana, trabalhassem a questão da subjetividade de um ponto-de-vista rigoroso, mas sem ceder a um paradigma lógico-positivista. Para isso, o foco de atenção será a reflexão sobre o estatuto da língua e do sujeito, a partir das contribuições da Lingüística.


Texto completo:

PDF

Referências


ARRIVÉ, Michel. 1994. Lingüística e Psicanálise — Ensaios de Cultura 3. São Paulo: EDUSP.

AUROUX, Sylvain. 1992. A revolução tecnológica da gramatização.

Campinas: UNICAMP.

BAKHTIN, Mikhail. 1981. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec.

BENVENISTE, Émilie. 1958. Da Subjetividade na Linguagem. In: —

Problemas de Lingüística Geral I. Campinas: UNICAMP.

CHOMSKY, Noam. 1980. Rules and Representations. New York: Columbia

University Press.

COURTINE, Jean Jacques ; HAROCHE, Claudine. 1988. O Homem

Perscrutado — Semiologia e Antropologia Política da Expressão e da Fisionomia do Século XVII ao Século XIX. In: ORLANDI, Eni Puccineli (org.). Sujeito & Texto. São Paulo: EDUC.

DE LEMOS, Maria Tereza. Guimarães. 1990. Sobre o que “Eu” diz: da

Subjetividade na Linguagem. (mimeo)

DOR, Joel. 1989. Introdução à Leitura de Lacan: O Inconsciente Estruturado como uma Linguagem. Porto Alegre: Artes Médicas.

GADET, Françoise. 1978. La Double Faille. In: Actes du Colloque de

Sociolinguistique de Rouen. 511-515.

______. 1980. Tricher la Langue. In: CONEIN, B.1981. Matérialités Discoursives. Lille: Presses Universitaires de Lille.

_______.1990. Saussure: Une Science de la Langue. Paris: PUF.

GADET, Françoise. M. Pêcheux. (1981). La Langue Introuvable. Paris:

Maspero.

GALLO, Solange Leda. 1994. Texto: Como Apre(e)nder esta Matéria? Análise Discursiva do Texto na Escola. Tese de doutorado apresentada ao Departamento de Lingüística do Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP para a obtenção do título de Doutor em Lingüística. (mimeo)

HÁROCHE, Claudine. 1992. Fazer Dizer, Querer Dizer. São Paulo: Hucitec.

______.1988. Da Anulação à Emergência do Sujeito: Os Paradoxos da

Literalidade no Discurso (elementos para uma história do individualismo). In: — ORLANDI, Eni Puccinelli. (org.). Sujeito & Texto. São Paulo: EDUC.

HENRY, Paul. 1993. Sentido, Sujeito, Origem. In: ORLANDI, Eni Puccinelli (org.). Discurso Fundador. Campinas: Pontes.

JAKOBSON, Roman. 1995. Dois Aspectos da Linguagem e dos Tipos de Afasia. In: JAKOBSON, Roman. Lingüística e Comunicação. São Paulo:

Cultrix.

LACAN, Jacques. 1964. O Seminário de Jacques Lacan, livro 11: Os Quatro Conceitos Fundamentais da Psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora.

______. 1972-1973. O Seminário de Jacques Lacan, livro 20: Mais, ainda. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora.

MILNER, Jean Claude. 1977. Entretien sur “L’Amour de la Langue. In:

Action Poétique, nº 72.

______. 1987. O Amor da Língua. Porto Alegre: Artes Médicas.

______. 1995. Introduction à une Science du Langage — Édition Abrégée. Paris: Éditions du Seuil.

ORLANDI, Eni Puccinelli. 1986. O que é Lingüística. São Paulo: Editora

Brasiliense.

______. 1990. O Lugar da Sistematicidade Lingüística em Análise do

Discurso. Aula apresentada no concurso para professor titular no Departamento de Lingüística do IEL/UNICAMP. (mimeo)

PÊCHEUX, Michel. 1969. Análise Automática do Discurso. In: GADET,

Françoise e HAK, T. (orgs.). 1993. Por uma Análise Automática do Discurso. Campinas: UNICAMP.

______. 1990. O Discurso: Estrutura ou Acontecimento. Campinas: Pontes.

RIFFLET-LEMAIRE, A. 1970. Lacan. Buenos Aires: Editorial Sudamericana.

SAUSSURE, Ferdinand. 1995. Curso de Lingüística Geral. São Paulo:

Cultrix.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.