Uso da metaforicidade como estratégia argumentativa de Luciana Genro em um debate eleitoral televisivo: aspectos sociocognitivos, situados e interacionais

Nathália Luiz de Freitas

Resumo


Este trabalho investiga como o uso de metáforas opera na construção de sentidos e contribui para as estratégias argumentativas empregadas pela candidata à presidência da República, Luciana Genro, em um debate eleitoral televisivo, considerando as práticas de linguagem atinentes e os aspectos contextuais relevantes. As metáforas empregadas por Luciana Genro evidenciam não somente traços estilísticos da candidata, mas, principalmente, formas sociocognitivas de ver o mundo, as quais não são individuais, já que, usadas com a finalidade de convencer, revelam o entendimento pela candidata, ainda que inconsciente, de que a metaforicidade é um fenômeno da coletividade, capaz de persuadir.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. M. (VOLOCHINOV). Marxismo e filosofia da linguagem: Problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 8 ª ed. São Paulo; Hucitec, 1997.

CAMERON, L. Identifying and describing metaphor in spoken discourse data. In: Cameron, L. e G. LOW. Researching and applying metaphor. Cambridge: Cambridge University Press, 1999.

CAMERON, L. Metaphor in educational discourse. London: Continuum, 2003.

CAMERON, L. Patterns of metaphor use in reconciliation talk. Discourse and Society, 18(2), 197-222, 2007

CAMERON, L. Metaphor shifting in the dynamics of talk. In: ZANOTTO, M. S. et al. (Orgs.). Confronting metaphor in use: an applied linguistic approach. Amsterdam: John Benjamins, 2008.

CAMERON, L.; DEIGNAN, A. The emergence of metaphor in discourse. Applied Linguistics, [s.l.], n. 27(4), p. 671-690, 2006.

CAMERON, L. et al. The discourse dynamics approach to metaphor and metaphor-led discourse analysis. Metaphor and Symbol, [s.l.], 24(2), p. 63-89, 2009.

CAMERON, L.; MASLEN, R. (Orgs.). Metaphor analysis: research practice in applied linguistics, social sciences and the humanities. London: Equinox, 2010.

CHARAUDEAU, P. Discurso Político. São Paulo: Contexto, 2006.

DEIGNAN, A. Metaphor and corpus linguistics. Amsterdam: John Benjamins, 2005.

GENETTE, G. A retórica restrita. In: COHEN, J. , BREMOND, C. , KUETZ, P. e GENETTE, G. Pesquisas de retórica. Petrópolis: Editora Vozes, p. 129-146, 1975.

GIBBS, R. W. The poetics of Mind –Figurative thought, language and understanding. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

GIBBS, R. W. Taking metaphor out of our heads and putting it into the cultural world. In: GIBBS, R.; STEEN, G. (Orgs.). Metaphor in cognitive linguistic. Amsterdam: John Benjamins, p.125-144, 1999.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metaphors we live by. Chicago: University of Chicago Press: 1980.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metáforas da vida cotidiana. São Paulo: Educ, 2002.

LUQUES, S.U. Metáfora e Argumentação: uma análise crítica do discurso. 2010. 174 f. Dissertação (Mestre) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo, 2010.

MENDES, P. H. A. Argumentação e atos de linguagem no discurso político. Caletroscópio, v. 1. n. 1, p. 129-146, 2012.

MIRANDA, D. S.; LUQUES, S. U. Metáfora Argumentativa no discurso de Paulo Maluf. EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação, Ilhéus, n. 3, p 5-15, 2012.

MONDADA, L.; DUBOIS, D. Construção dos objetos de discurso e categorização: uma abordagem dos processos de referenciação. In: CAVALCANTI, M. M. et al. Referenciação. São Paulo: Contexto, p. 17-52, 2003.

MORATO, E. M. O caráter sociocognitivo da metaforicidade: contribuições do estudo do tratamento de expressões formulaicas por pessoas com afasia e com Doença de Alzheimer. Rev. Est. Ling., Belo Horizonte, v. 16, n. 1, p. 157-177, 2008.

MOURA, H. Vamos Pensar em Metáforas?. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2012.

PALUMBO, R. Argumentação e Referenciação no discurso de Lula: a construção discursivo-metafórica da guerra e da paz. Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 39, n .1, p. 1010-1023, 2010.

SANT’ ANNA, S. Metáfora no discurso político de Dilma Roussef. Diadorim, Rio de Janeiro, v. 14, p. 206-221, 2013.

SARDINHA, T. B. Metáforas de Lula e Alckmin nos debates de 2006 em uma perspectiva da Linguística de Corpus. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, São Paulo, v. 7, n. 2, p.139-164, 2007a.

SARDINHA, T. B.. Lula e a metáfora da conquista. Linguagem em (Dis)curso. São Paulo, v. 8, n.1, p. 93-120, 2007b.

SARDINHA, T. B.. A metáfora. São Paulo: Parábola, 2008.

SARDINHA, T. B. Metáforas e Linguística de Corpus: Metodologia de análise aplicada a um gênero de negócios. D.E.L.T.A., n. 27, v. p.1-20, 2011.

SEMINO, E. Metaphor in discourse. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

STEEN, G. Understanding metaphor in literature: an empirical approach. London: Longman, 1994.

TOMASELLO, M. The Cultural Origins of Human Cognition. Cambridge: Harvard University Press, 1999.

TOMASELLO, M. Origens culturais da aquisição do conhecimento humano. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

VAN DIJK, T A. Discurso político e cognição política. In: VAN DIJK, T. A. Discurso e poder. São Paulo: Contexto, p. 197-230, 2008.

VAN DIJK, T. A. Discurso e Contexto: uma abordagem sociocognitiva. São Paulo: Contexto, 2012.

VEREZA, S. C. Metáfora e argumentação: uma abordagem cognitivo-discursiva. Linguagem em (Dis)curso, v. 7, n. 3, p. 487-506, 2007

VEREZA, S. C. O lócus da metáfora: linguagem, pensamento e discurso. Cadernos de Letras da UFF, n. 41, p. 199-212, 2010.

VEREZA, S. C. Entrelaçando frames: a construção do sentido metafórico na linguagem em uso. Cadernos de Estudos Linguísticos, n. 1, v. 55, p. 109-25, 2013.

WITTGENSTEIN, L. Investigações filosóficas. Tradução José Carlos Bruni. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1999 [1953].


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.