Nas fronteiras do discurso outro: o papel da memória em processos de modalização autonímica de empréstimo

Evandra Grigoletto, Fabiele Stockmans De Nardi

Resumo


Neste artigo, debruçamo-nos sobre um corpus constituído pelas retomadas que se produziram em torno do enunciado “Não vamos desistir do Brasil” e da expressão “la Suiza de América”, para observar o funcionamento de formas de modalização autonímica de empréstimo (aspas e alusão). Nosso ponto de partida são as discussões acerca da representação do discurso outro (RDA/Authier-Revuz), que colocamos em diálogo com as noções de condições de produção e memória (Pêcheux). As análises apontam para a vinculação dessas formas ao trabalho da memória discursiva, que determina o modo como uns sentidos vão se cristalizando em detrimento do apagamento de outros.


Texto completo:

PDF

Referências


AUTHIER-REVUZ, J. Nos riscos da alusão. Trad. Bras. de VAZ, A.E.M; CUNHA, D.A.C. In: Investigações. Vol. 20, nº 2, 2007, p. 9-46.

______. A representação do discurso outro: um campo multiplamente heterogêneo. Trad. Bras. de COSTA E SILVA, H.; CUNHA, D.A.C. Investigações. Vol. 28, nº especial, 2015, p. 1-39.

COURTINE, J-J. [1981] Análise do Discurso Político: o discurso, comunista endereçado aos cristãos. São Carlos: Edufscar, 2009.

______. O chapéu de Clémentis. In. INDURSKY, F.; LEANDRO FERREIRA, M.C.; (Org.). Os múltiplos territórios da análise do discurso. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1999. Coleção Ensaios, n.12, p. 15-22.

GARCÉ, A. Uruguay 2009: de Tabaré Vásquez a José Mujica. Revista de Ciencia Política. Vol, 30, n. 2, 2010, p. 499-535.

GUIMARÃES, E. Semântica do acontecimento. Campinas: Pontes, 2005.

INDURSKY, F. [1997] Da determinação à sobredeterminação. In. _______. A fala dos quartéis e as outras vozes. Campinas: Editora da Unicamp, 2013, p. 190-238.

LONDEI, D. et al. Les sens de l’événement. In: LONDEI, D. et al. (Éds.). Dire l’événement: langage mémoire société. Paris: Presses Sorbonne Nouvelle, 2013, p. 11-20.

MARCO ANTONIO, S. M. ¿Desenmascarar la Suiza de América¿ Inventando a los Tupamaros de los 60. Universidad Autónoma de Méjico. Facultal de Filosofía y Letras. 2013. Disponível em: http://www.cedema.org/uploads/Sandoval_Mercado-2013.pdf

MOREIRA, C. De la “Suiza de América” al “paisito”: escenários y prospectivas del Uruguay en la tercera ola de la democracia. PAPEP, 2007. Disponível em: http://papep-undp.org/sites/default/files/user/uruguay-_de_la_suiza_de_america_al_paisito_moreira_octubre_2006.pdf

PÊCHEUX, M. [1969]. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET & HAK (org.). Por uma análise automática do discurso. 3ª ed., Campinas: Ed. da Unicamp, 1997, p. 61 - 161.

______. [1975]. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 2ª ed., Campinas: Ed. da Unicamp, 1995.

______. [1983a] Papel da memória. In: ACHARD, P. et al. (org.). Papel da memória. Campinas/São Paulo: Pontes, 1999, p. 49 – 57.

______. [1983b] Discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. Bras. de ORLANDI, E. 2ª ed., Campinas, SP: Pontes editores, 1997.

______. [1984]. Especificidade de uma disciplina de interpretação. (A Análise do Discurso na França). In: PÊCHEUX, M. Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Textos selecionados por Eni Orlandi. 2ª Ed., Campinas, SP: Pontes editores, 2011, p. 227 – 230.

______. [1990] Leitura e memória: projeto de pesquisa. In: PÊCHEUX, M. Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Textos selecionados por Eni Orlandi. 2ª Ed., Campinas, SP: Pontes editores, 2011, p. 141 – 150.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 3ª ed., Campinas, SP: Pontes, 2001.

ZOPPI-FONTANA, M. Identidades (in)formales. Contradicción, procesos de designación y de subjetivación en la diferencia. Versión, nº 14, UAM-X, México, 2005, p. 13-57. Disponível em: http://version.xoc.uam.mx/MostrarPDF.php?id_host=6&tipo=ARTICULO&id=1818&archivo=7-127-1818ppe.pdf&titulo=Identidades%20(in)formales


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.