O Neorrealismo Literário Português na Crítica de José Rodrigues de Paiva

Antony Cardoso Bezerra

Resumo


Breve investigação das leituras críticas que José Rodrigues de Paiva realiza da configuração do Neorrealismo Literário em Portugal, em articulação à visão sustentada pelo escritor português Vergílio Ferreira, objeto de estudo privilegiado do analista em foco.


Texto completo:

PDF

Referências


CANETTI, E. O Jogo dos Olhos: história de uma vida: 1931-1937. S. Paulo: Companhia das Letras, 1990.

COELHO, J. do P. Limiar. In: ______. Ao Contrário de Penélope. Venda Nova: Bertrand, 1976. p. 7-14.

FERREIRA, V. Prefácio do Autor à 2.a Edição. In: ______. Vagão “J”. 2. ed. Lisboa: Arcádia, 1974. p. 7-40.

MUKAROVSKY, J. A Arte como Fato Semiológico. In: GUINSBURG, J. (Org.). Círculo Linguístico de Praga. S. Paulo: Perspectiva, 1978. p. 63-72.

NAMORA, F. Prefácio. In: ______. Casa da Malta. 13. ed. Mem Martins: Europa-América, 1988. p. 13-32.

PAIVA, J. R. de. A Ficção Neorrealista Portuguesa e o Romance Nordestino de 30: apontamentos para um estudo comparativo. In: ______. As Surpresas do Mágico: & outros ensaios. Recife: Encontro, 1985. p. 67-82.

______. O Espaço-Limite no Romance de Vergílio Ferreira. Recife: Encontro, 1984.

REIS, C. (Sel.). Textos Teóricos do Neorrealismo Português. Lisboa: Seara Nova; Comunicação, 1981.

RODRIGUES, S. M. C. V. Polémica em Torno de Rumor Branco de Almeia Faria: discurso e contradiscurso. Porto: [s.n.], 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.