Fabulosa Palmares: um lugar imaginário na ficção de Jayme Griz e Hermilo Borba Filho

José Ronaldo Batista de Luna

Resumo


Este ensaio tem o objetivo de inscrever mais um espaço ficcional no vasto catálogo de lugares imaginários proposto por Alberto Manguel e Gianni Guadalupi (1980). Trata-se, a partir da leitura dos contos de Jayme Griz, nos livros O lobishomem da porteira velha e O cara de fogo, e das novelas de Hermilo Borba Filho, nos volumes O general está pintando, Sete dias a cavalo e As meninas do sobrado, de registrar a Palmares imaginária que emerge dessa produção literária. Dessa maneira, é possível visualizar um universo fabulativo comum, plasmado nos modos mágico, maravilhoso e fantástico.


Texto completo:

PDF

Referências


BORBA FILHO, Hermilo.O general está pintando: novelas. Porto Alegre: Globo, 1973. (Coleção Sagitário)

______. Sete dias a cavalo: novelas. Porto Alegre: Globo, 1975. (Coleção Sagitário)

______. As meninas do sobrado: novelas. Porto Alegre: Globo, 1976. (Coleção Sagitário)

BORGES, Jorge Luis& GUERRERO, Margarita. Manual de zoología fantástica. México: Fondo de Cultura Económica, 1966.

BORGES, Jorge Luis. Ficciones. Buenos Aires: Emecé, 2005.

______. Otrasinquisiciones. Buenos Aires: Emecé, 2005.

CARVALHEIRA, Luiz Maurício Britto. Por um teatro do povo e da terra: Hermilo Borba Filho e o Teatro do Estudante de Pernambuco. 2ª ed. Recife: Cepe, 2011. (Palco pernambucano)

CORREYA, Juareiz& ALVES, Leda. (Org.). A palavra de Hermilo. Recife: CEPE, 2007.

FOUCAULT, Michel.“Prefácio”.In: ______. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Tradução de Salma TannusMuchail. 8ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.P. IX-XXII.(Coleção tópicos)

FREYRE, Gilberto. “Prefácio”. In: GRIZ, Jayme. O lobishomem da porteira velha. Recife: Arquivo Público Estadual, 1956. P. 11-15.

GRIZ, Jayme.O lobishomem da porteira velha. Recife: Arquivo Público Estadual, 1956.

______. O cara de fogo. Recife: Museu do Açúcar, 1969.

MANGUEL, Alberto & GUADALUPI, Gianni. Dicionário de lugares imaginários. Tradução de Pedro Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. 12ª ed. São Paulo: Cultrix, 2013.

VIDAL, Ademar. Lendas e superstições: contos populares brasileiros. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1950.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.