Diversidade na aula de Língua Portuguesa: um olhar discursivo ao que diz a BNCC

Mary Neiva Surdi da Luz, Jancileidi Hübner, Maria Cecília Halmenschlager Konzen

Resumo


Resumo: O presente trabalho analisa como a Base Nacional Comum Curricular discursiviza questões relacionadas à diversidade e ao trato com o diferente. O desenvolvimento do trabalho tomou como referência e corpus de análise uma sequência discursiva recortada das diretrizes que o documento apresenta para o componente curricular Língua Portuguesa. O olhar lançado ao recorte tomou como base a Análise de Discurso de vertente francesa e teve como objetivo principal refletir sobre os efeitos de sentido que o posicionamento do documento faz circular.
Palavras-chave: BNCC. Diversidade. Discurso de Ódio.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF, 2016. (Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br>. Acesso em: 30 mai. 2018. (Versão de 472 páginas)

CORACINI, Maria José. Subjetividade e Identidade do professor de Português. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, n. 36, p. 147-158, jul./dez., 2000.

ECKERT-HOFF, Beatriz Maria. O Discurso do Sujeito - Professor em Formação: (Des)Construindo Subjetividades. In. Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 95, p. 91-106, jan. - abr., 2015

LUNA, Nevita Maria Pessoa de Aquino Franca; SANTOS, Gustavo Ferreira. Liberdade de expressão e discurso do ódio no Brasil. Revista Direito e Liberdade, Natal, v. 16, n. 3, p. 227-255, set./dez. 2014. Quadrimestral.

ROTHENBURG, Walter C.; STROPPA, Tatiana. Liberdade de expressão e discurso do ódio: o conflito discursivo nas redes sociais. IN: Anais do 3o Congresso Internacional de Direito e Contemporaneidade: mídias e direitos da sociedade em rede. Santa Maria: UFSM, 2015. Disponível em: http://www.ufsm.br/congressodireito/anais. Acesso em: 02 jun. 2018.

ORLANDI, Eni P. Linguistas: questões e controversias. Uberaba: Finbe, 1984.

_______. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes, 2001.

_______. Análise de discurso. IN: ORLANDI, Eni P. e LAGAZZI-RODRIGUES, Suzy. (orgs.) Discurso e textualidade. Campinas: Pontes Editora, 2006.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, Francoise; HAK, Tony. Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de M. Pêcheux. Campinas: Ed. da Unicamp, 1997.

_______. Papel da memória. In: ACHARD, Pierre. et al. (Org.). Papel da memória. 3. ed. Trad. e introdução de José Horta Nunes. Campinas, SP: Pontes Editores, 2010, p. 49-57.

_______. Semântica e discurso. Uma crítica à afirmação do óbvio. 5a ed. Tradução de Eni P. Orlandi et al. Campinas, Unicamp, 2014.






Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.