Entre a asfixia e a resistência: a “luta ideológica de movimento” em torno da educação nacional

Bruna Maria de Sousa Santos, Washington Silva de Farias

Resumo


Neste artigo, buscamos compreender o funcionamento das políticas de significação dos discursos dos movimentos Escola sem Partido (MESP) e Professores contra o Escola sem Partido (MPCESP), inscritos em uma luta ideológica em torno do imaginário sobre a educação nacional. Entendemos que...

Texto completo:

PDF

Referências


BOLSONARO, E. Canal Fabio Iwamoto. Vídeo “Eduardo Bolsonaro critica doutrinação da Comissão de Educação”. YouTube, 02 de mai de 2016. Disponível em: . Acesso em: 23 de abr de 2018.

CARA, D. “Por que o Escola Sem Partido vai contra o papel da escola”. Educação Integral, 24 mai. 2018. Disponível em: . Acesso em 28 de maio de 2018.

GRANTHAM, M. A moral e a ordem do repetível. In: INDURSKY, F. FERREIRA, M. L. (Org.). Os múltiplos territórios da análise do discurso. Porto Alegre: Editora Sagra, 1999. p. 216-229.

GRIGOLETTO, E; DE NARDI, F. (Des)politização e resistência no funcionamento dos processos de heroicização construídos pelo discurso da mídia. In: _______. (Org). Análise do discurso e sua história: avanços e perspectivas. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

LAGAZZI-RODRIGUES, S. A negação no discurso político eleitoral: impossibilidade e inaceitabilidade. In: INDURSKY, F. FERREIRA, M. C. L. (Org.). Os múltiplos territórios da análise do discurso. Porto Alegre: Editora Sagra, 1999. p. 122-130.

NAGIB, M. "Homofobia não é assunto de sala de aula, defende fundador da Escola sem Partido". HuffPost Brasil, 24 fev. 2017b. Disponível em: . Acesso em 05 de janeiro de 2018.

_______. Canal Verdade Política. Vídeo "Miguel Nagib adverte sobre a ideologia de gênero". YouTube, 13 de jun de 2017c. Disponível em: . Acesso em: 22 de out de 2017.

ORLANDI, E. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 2. ed. Campinas, SP: Ed. Unicamp, 1993.

________. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. 11. ed. Campinas, SP: Pontes, 2013.

ORLANDI, E. Discurso em análise: sujeito, sentido e ideologia. Campinas: Pontes Editores, 2016.

PAYER, M. O. Escrever, (d)enunciar a verdade, sugerir sentidos. In: MARIANI, B. (org.). A escrita e os escritos: reflexões em análise do discurso e em psicanálise. São Carlos: Claraluz, 2006, p. 59-70.

PÊCHEUX, M; WESSELIUS, J. A respeito do movimento estudantil e das lutas da classe operária: três organizações estudantis em 1968. In: ROBIN, Régine. História e linguística. São Paulo: Cultrix, 1977 [1973]. p. 265-282.

PÊCHEUX, M. Delimitações, inversões, deslocamentos. In: Caderno de estudos linguístico, n 19, Campinas: Unicamp, [1990] 1982, p. 07-24.

_______. Semântica e discurso. Uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas, SP: Ed. Unicamp, [1975] 2014.

RICOEUR, P. Ética e Moral. Trad. José Rosa. Corvilhã: Universidade da Beira Interior, 2011.

SINGER, A. As democracias passam por um momento muito difícil. São Paulo: Ipea: desafios do desenvolvimento, 28 mar. 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. de 2018.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Notícias do portal. Moção contra o Programa Escola sem Partido. Publicado em 03 de ago. de 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 de nov. de 2016.






Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.