O sujeito urbano escolarizado e as políticas de língua(s): de pobre a excluído

Mariza Vieira da Silva

Resumo


Neste artigo, visamos compreender os processos discursivos que estruturam a posição sujeito urbano escolarizado e seus efeitos no que diz respeito às políticas de lingua(s), tomando como trajeto de leitura, sob a perspectiva da análise de discurso pechetiana, os termos/noções pobre e excluído, e tendo como referência para a construção de nosso arquivo o século XIX e a segunda metade do século XX. O trabalho permitiu-nos explicitar contradições presentes nos processos de nomeação, de construção de referentes discursivos, de individuação do sujeito, observando o confronto que aí se dá do simbólico com o político.


Texto completo:

PDF

Referências


AUROUX, Sylvain. A revolução tecnológica da gramatização. Trad. Eni P. Orlandi. Campinas, Editora da Unicamp, 1992.

BORDIEU, Pierre; CHAMPAGNE, Patrick. Os excluídos do interior. Tradução Magali de Castro. In: NOGUEIRA, Maria Alice & CATANI, Afrânio (Orgs.). Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 1998, p. 217-228.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A educação escolar, a exclusão e seus destinatários. In: Educação em Revista, n. 48. Belo Horizonte, dez. 2008, 205-222.

DUBET, François. A escola e a exclusão. IN: Cadernos de Pesquisa, n. 119, 2003, p. 29-45.

FRANCO, Maria Sylvia de Carvalho. Homens livres na ordem escravocrata, São Paulo, Ática. 1974.

FREITAS, Luiz Carlos de. A internalização da exclusão. In: Educação e Sociedade, vol. 23, n. 80. Campinas, setembro, 2002, p. 299-325. Disponível em http://www.cedes.unicamp.br

GUIMARÃES, Eduardo. Os sentidos de cidadão no Império e na República no Brasil. In: GUIMARÃES, Eduardo; ORLANDI, Eni P. (Orgs.). Língua e cidadania: o Português no Brasil. Campinas/SP, Pontes,1996, p.39-46.

HOUAIS, A. Grande Dicionário HOUAISS online. Disponível em http://houaiss.uol.com.br

KUENZER, Acácia Zeneida. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, Demerval (Org.). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, 2002, p. 1-17.

MAMIGONIAN, Beatriz G. Africanos livres: a abolição do tráfico de escravos no Brasil. São Paulo, Companhia das Letras, 2017.

NUNES, José Hora. Dicionários no Brasil: análise e história do século XVI ao XIX. Campinas, SP: Pontes; São Paulo: Fapesp - São José do Rio Preto, 2006.

ORLANDI, Eni P. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes, 1996.

PATTO, Maria Helena Souza. O fracasso escolar como objeto de estudo: anotações sobre as características de um discurso. In: Caderno de Pesquisa, No. 65. São Paulo, 1988: p. 72-77.

PÊCHEUX, Michel; GADET, Francoise. A língua inatingível. Tradução de Sérgio Augusto Freire de Souza. In: ORLANDI, Eni P. (Org.). Análise de discurso: Michel Pêcheux. Campinas/SP: Editora Pontes, 2011, p. 93-106.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso (AAD-69). Trad. De Eni P. Orlandi. In: Gadet, Françoise;Hak, Tony (Orgs.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 1990, p. 61-161.

______. Discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. Eni P. Orlandi. Campinas/SP: Pontes, 1990a.

______. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. Eni P.Orlandi... et al. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 1988.

PFEIFFER, Cláudia Castellanos. Sentidos na cidade: clichê e sujeito urbano. In: Rua, Campinas/SP, n. 3, 1998, p. 37-58.

SILVA, Mariza Vieira da. Manuais escolares e saberes linguísticos. In: Boletin de la sociedad espanõla de historiografia linguística – BSEHL, vol. 11, 2017,p. 209-224.

______. História da alfabetização no Brasil: sentidos e sujeito da escolarização. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 2015.

______. O dicionário e o processo de identificação do sujeito-analfabeto. In: GUIMARÃES, Eduardo; ORLANDI, Eni P. (Orgs.). Língua e cidadania: o Português do Brasil. Campinas/SP: Pontes, 1996: p. 151-162.

SCHALLER, Jean-Jacques. Le projet est un combat... Pour une mobilisation de tous les acteurs! 1996: p. 1-15.

TELLES, Vera da Silva. Mutações do trabalho e experiência urbana. In: Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 18, n. 1. São Paulo, junho de 2006, p. 173-195.

TELLES, Vera da Silva. Pobreza e cidadania. São Paulo: Editora 34, 2001.






Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.