Considerações sobre a aquisição da Libras e do Português escrito por surdo em um contexto bilíngue

Júlio César Brandão Carvalho

Resumo


Crianças naturalmente vêm a ser fluentes em qualquer língua acessível a elas, desde que sejam expostos a essa língua em uma base regular e frequente. Contudo, como seriam as circunstâncias da aquisição linguística de crianças surdas já que a linguagem falada não é acessível para muitas delas? A grande maioria das crianças surdas são filhos de pais ouvintes, que muitas vezes sabem muito pouco sobre a linguagem de sinais ou comunidades de surdos.  Muitas crianças surdas são criadas em um ambiente estritamente falante e não têm a chance de serem introduzidas a uma língua de sinais. Assim, possivelmente essas crianças recebem pouca ou nenhuma linguagem acessível. Dessa maneira, buscou-se elaborar um breve artigo sobre algumas questões da aprendizagem bilíngue para surdos no contexto brasileiro, partindo do princípio que a língua de sinais lhes oferece uma linguagem acessível e configura como importante alternativa contra uma eventual privação linguística.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Colégio de Aplicação da UFPE

Endereço
Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550

Telefones
Secretaria: (81) 2126-8332
Direção: (81) 2126-8335