A Lei nº 11.645/2008 e o lugar dos povos indígenas no currículo do Curso de História da UFPE

Maria da Penha da Silva

Resumo


A Lei nº 11.648/2008 estabelece a obrigatoriedade do ensino sobre a história e culturas afro-brasileiras e indígenas na Educação Básica nas escolas públicas e privadas no Brasil. Como desdobramento dessa legislação pressupõe-se que os cursos de Licenciatura são responsáveis em grande parte pela efetivação da referida lei, tendo em vista que são espaços diretos de formação de professores/as que atuarão nesse nível de ensino. Nesse sentido, parece pertinente nos perguntarmos sobre alguns aspectos referentes à essa formação, a exemplo dos conteúdos curriculares, dos subsídios didáticos, das práticas pedagógicas, dentre outros. Todavia, dado aos limites do presente texto, nos detivemos a discutir sobre qual o lugar dos povos indígenas nas prescrições curriculares do curso de História da Universidade Federal de Pernambuco na atualidade.


Texto completo:

224-241

Referências


ALMEIDA, Eliene A. de. As políticas de Educação Escolar Indígena: limites e possibilidades da escola indígena. Dissertação (Mestrado em Educação). Centro de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2001.

ALMEIDA, Eliene A. de. Análise da política de educação escolar indígena no Brasil a partir de 1999. In: AIRES, Max Maranhão Piorsky. (Org.). Escolas indígenas e políticas interculturais no Nordeste brasileiro. Eduece, Fortaleza, 2009, p. 191-212.

ALMEIDA, M. Regina C. Os índios na História do Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2010.

ALMEIDA, M. Regina C. Metamorfoses indígenas. 2ª ed. Rio de Janeiro: FGV, 2013.

BARBALHO, J. Ivamilson S. Saberes da prática: tempo, espaço, e sujeitos da formação escolar entre professores/as indígenas do estado de Pernambuco. Dissertação (Mestrado em Educação) Centro de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.

BARBALHO, J. Ivamilson S. Discurso como prática de transformação social: o político e o pedagógico na educação intercultural Pankará. Bagaço, Recife, 2013.

BITTENCOURT, Circe F. História das populações indígenas na escola: memórias e esquecimentos. In: PEREIRA, Amílcar Araújo; MONTEIRO, Ana Maria. (Orgs.). Ensino de História e culturas afro-brasileiras e indígenas. Rio de Janeiro: Pallas, 2013, p. 101-132.

BONIN, Iara T. E por falar em povos indígenas... uma conversa sobre práticas pedagógicas que ensinam sobre identidades e diferenças. In: REUNIÃO DA ANPED, 30.ª, 2007, Caxambu. Anais eletrônicos do GT 13: Educação Fundamental. Caxambu, 2007.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília: Senado Federal. Disponível em: www.senado.gov.br/legislacao/const/. Acesso em: 15 abril. 2016.

BRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Características gerais dos indígenas. In: Censo demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2012.

BRASIL. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 23 dez. 1996, v. 134, n. 248, Seção I, p. 27.834-27.841.

BRASIL. Lei n.º 11.645, de 10 março de 2008. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 11 mar. 2008.

BRASIL. MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: pluralidade cultural, orientação sexual. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. MEC. Conselho Nacional de Educação. Parecer do CNE/CES 492/2001, sobre as Diretrizes Curriculares do Curso de História. Brasília, 2001. Publicado no Diário Oficial da União de 9/7/2001, Seção 1ª, p. 50. Disponível em: http//:portal.mec.gov.br. Acesso em: 04 abr. 2016.

COELHO, Mauro C. O livro didático e as populações indígenas: um estudo sobre as representações formuladas para o Ensino Fundamental. In: COELHO, Wilma N. B.; COELHO, Mauro C. (Orgs.). Raça cor e diferença: a escola e a diversidade. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2010, p. 93-103.

GOBBI, Izabel. A temática indígena e a diversidade cultural nos livros didáticos de história: uma análise dos livros recomendados pelo Programa Nacional do Livro Didático. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Federal de Santa Catarina, São Carlos, 2006.

GOMES, Alexandre O. Aquilo é uma coisa de índio: objetos, memória e etnicidade entre os Kanindé do Ceará. Dissertação (Mestrado em Antropologia). Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.

GRUPIONI, Luís D. B. Livros didáticos e fontes de informações sobre as sociedades indígenas no Brasil. In: SILVA, Aracy L. da; GRUPIONI, Luís D. B. (Orgs.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1.º 2.º graus. Brasília: MEC, 1995, p. 481-521.

GUIMARÃES, Manoel L. S. Nação e civilização nos trópicos: o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e o projeto de uma história nacional. In: Estudos Históricos 1988/1. Rio de Janeiro, FGV, 1988, p. 12-14.

HISTÓRIA, Curso de. Relatório Perfil Curricular - Licenciatura. Pró-Reitoria para assuntos acadêmicos. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013a. Perfil – 1113-1.

HISTÓRIA, Curso de. Relatório Perfil Curricular - Bacharelado Pró-Reitoria para assuntos acadêmicos. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013b. Perfil – 0200-1.

JESUS, Zeneide R. de. As universidades e o ensino de história indígena. In: SILVA, Edson H.; SILVA, M. da Penha da. (Orgs.). A temática indígena na sala de aula: reflexões para o ensino a partir da Lei 11.645/2008. 1ª ed. Recife, Edufpe, 2016, p. 41-56.

MONTEIRO, John M. Armas e armadilhas: história e resistência dos índios. In: NOVAES, Adauto. (Org.). A outra margem do Ocidente. São Paulo: Cia. das Letras, 1999, p. 237- 249.

MONTEIRO, John M. Redescobrindo os índios da América Portuguesa: Antropologia e História. In: AGUIAR, Odílio Alves; et al. (Orgs.). Olhares contemporâneos: cenas do mundo em discussão na universidade. Fortaleza, Edições Demócrito Rocha, 2001, p. 135-142.

NAÇÕES UNIDAS. Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. 20.ª Reunião, 27 de novembro de 1978. Paris, 1978.

NASCIMENTO, Rita G. do. Educação escolar brasileira e diversidade étnica e cultural: contribuições dos movimentos negro e indígena para o debate. In: RONCA, Antônio C. C.; RAMOS, Mozart N. Da Conae ao PNE 2011-2020: contribuições do Conselho Nacional de Educação. São Paulo: Moderna, 2010, p. 223-252.

OLIVEIRA, João Pacheco de. O efeito “túnel do tempo” e a suposta inautenticidade dos índios atuais. In: Revista Sociedade e Cultura. Universidade Federal de Goiás. V. 6, n. 2. Goiânia, 2003, p. 167-175.

OLIVEIRA, J. P. de. Uma etnologia dos “índios misturados”? Situação colonial, territorialidade e fluxos culturais. In: OLIVEIRA, J. P. de. (Org.). A viagem de volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indígena. 2ª ed. Rio de Janeiro, Contra Capa, 2004, p. 13-42.

OLIVEIRA, J. P. de. (Org.). A presença indígena no Nordeste: processos de territorialização, modos de reconhecimento e regimes de memória. Rio de Janeiro, Contra Capa, 2011.

SANTIAGO, Léia Adriana da Silva. As sociedades indígenas no entrecruzamento do prescrito e do vivido na cultura escolar. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.

SILVA, Ana Cláudia O. Diversidades etnicorraciais e a política educacional de Pernambuco: a inclusão da História e Culturas afro-brasileira e indígenas como conteúdo curricular. Dissertação (Mestrado em Educação). Centro de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.

SILVA, Edson. A invenção dos índios nas narrativas sobre o Brasil. In: ANDRADE, Juliana Alves de; SILVA, Tarcísio Augusto Alves da. (Orgs.). O ensino da temática indígena: subsídios didáticos para o estudo das sociodiversidades indígenas. Recife: Edições Rascunhos, 2017, p. 39-79.

SILVA, Edson H. Os índios entre discursos e imagens: o lugar na História do Brasil. In: SILVA, Edson; SILVA, M. da Penha da. (Orgs.). A temática indígena na sala de aula: reflexões para o ensino a partir da Lei 11.645/2008. 1ª ed. Recife, Edufpe, 2016, p. 15-40.

SILVA, Edson H. Xukuru: memórias e história dos índios da Serra do Ororubá, Pesqueira, PE, 1950-1988. 2ª ed. Recife, Edufpe, 2017.

SILVA, Maria da Penha da. O olhar do/as cursistas indígenas sobre o Curso de História da UFPE: discutindo conteúdos e abordagens históricas sobre os povos indígenas. Monografia (Curso de Especialização em Culturas e História dos Povos Indígenas). Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE, 2016.

SILVA, Maria da Penha da. A temática indígena nos anos iniciais do Ensino Fundamental: um estudo das práticas curriculares docentes em Pesqueira/PE. Dissertação (Mestrado em Educação Contemporânea). Centro Acadêmico do Agreste, Universidade Federal de Pernambuco, Caruaru, PE, 2015.

SOUZA, Vânia R. Fialho de P. e. As fronteiras do ser Xukuru. Recife, Fundaj, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Indexadores: