Conversas de currículo: o que você (professora) gostaria de ensinar na escola?

Priscylla Karollyne Gomes Dias

Resumo


O artigo é resultado de uma pesquisa realizada no Trabalho de Conclusão de curso em Pedagogia que teve por objetivo compreender as expectativas curriculares de duas professoras do ensino fundamental que atuam na rede municipal de ensino em Recife (Pernambuco). Como procedimento teórico-metodológico, a pesquisa realizou a entrevista narrativa considerando a questão gerativa sobre o que você (professora) gostaria de ensinar na escola. Através da compreensão de currículo como prática discursiva e cultural, em alicerce com o pós-estruturalismo, o artigo apresenta os resultados da pesquisa para refletir a atuação docente e a criação curricular no âmbito da contemporaneidade.


Texto completo:

122-138

Referências


ALVES, K. M. da C. V. Formação discursiva da plenitude em educação: uma arqueogenealogia das novas sensibilidades eco-pedagógicas. 2009. 270f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.

ARROYO, M. G. Currículo, território em disputa. Rio de Janeiro: Petrópolis, Editora Vozes, 2013.

BALL, S. et al. A constituição da subjetividade docente no Brasil: um contexto global. Educação em Questão, Natal, v. 46 n. 32, p. 9-36, 2013.

FINK, B. O sujeito lacaniano. Tradução de Maria de Lourdes Sette Câmara. Rio de Janeiro, Editora Jorge Zahar, 1998.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Rio de Janeiro, Petrópolis, Editora Vozes, 2014.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Organização, introdução e revisão técnica de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2017.

FRANGELLA, R. de C. P. Currículo como local da cultura: por outras enunciações curriculares. In:______ Currículo, Formação e Avaliação: redes de Pesquisas em Negociação. Curitiba: CRV, 2016.

FRANGELLA, R. de C. P.; OLIVEIRA, M.-E. B. Conectando currículo, política e cultura numa perspectiva discursiva. In: Políticas de currículo: pesquisas e articulações discursivas. LOPES, A. C.; OLIVEIRA, M. B. de. (Orgs.). Curitiba, CRV, 2017.

GABRIEL, C. T. Conhecimento escolar, cultura e poder: desafios para o campo do currículo em “tempos pós”. In: MOREIRA, A. F.; CANDAU, V. M. (Org.). Multiculturalismo – diferenças culturais e práticas pedagógicas. Rio de Janeiro: Petrópolis, Editora Vozes, 10ª ed. 2013.

GIL, A. C. Como classificar as pesquisas. In: _______ Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Editora Atlas, 6ª ed. 2006.

LACLAU, E. Sujeito da política, política do sujeito. – Tradução de Joanildo A. Burity. In______: Emancipação e Diferença. Rio de Janeiro: Editora Eduerj, 2011, p. 81-106.

LACLAU, E.; MOUFFE, C. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática e radical. Tradução: Joanildo A. Burity, Josias de Paula Jr. e Aécio Amaral. São Paulo: Intermeios; Brasília: CNPQ, 2015.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Currículo: debates contemporâneos. São Paulo: Cortez, 2010, p. 13-54.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Teorias de currículo. São Paulo: Editora Cortez, 2011.

LOPES, A. C. Por um currículo sem Fundamentos. Revista Linhas Críticas, Brasília, DF, v.21, n.45, p. 445-466, mai./ago. 2015.

LOPES, A. C. Democracia nas políticas de currículo. Cadernos de Pesquisa, v.42, n. 147, p.700-715, set./dez. 2012. Disponível em Acesso em 26 out 2017.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. Rio de Janeiro: Editora E.P.U., 2ª ed. 2014.

MACEDO, E. Currículo: Política, Cultura e Poder. Currículo sem Fronteiras, v.6, n.2, pp.98-113, jul./dez., 2006. Disponível em: . Acesso em: 11 abr 2016.

MACEDO, E. Currículo e conhecimento: aproximações entre educação e ensino. Cadernos de Pesquisa, v.42, n.147, p.716-737, set./dez. 2012. Disponível em: . Acesso em 23 nov 2017

MOREIRA, G. A. de. Estudar para “ser” quem? Escolarização, Educação Popular e Processos de Subjetivação entre Estudantes do Recife e do Sertão de Pernambuco. 2017. 174f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2017.

OLIVEIRA, A.; OLIVEIRA, G. Novas tentativas de controle moral da educação: conflitos sobre gênero e sexualidade no currículo e na formação docente. Educação Unisinos, v. 22, n. 1, p. 16-25, 2018.

ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. São Paulo, Campinas: Pontes Editores, 12ª ed. 2015.

SAFATLE, V. Lacan. São Paulo: Publifolha, 2009.

SILVA, S. A. da.; PÁDUA, K. C. Explorando narrativas: algumas reflexões sobre suas possibilidades na pesquisa. In: CAMPOS, R. C. P. R. de. (Org.). Pesquisa, Educação e Formação humana – nos trilhos da História. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2010.

SILVA, T. T. da. Documentos de Identidade – Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2013.

SKLIAR, C. A educação que se pergunta pelos outros: e se o outro não estivesse aqui? In: (Org.) LOPES, A. C.; MACEDO, E. Currículo: debates contemporâneos. São Paulo: Editora Cortez, 2010.

TURA, M. de L. R. Conhecimentos escolares e a circularidade entre culturas. In: LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. (Orgs.) Currículo: debates contemporâneos. São Paulo: Editora Cortez, 2010 – 3ª ed. – (Série cultura, memoria e currículo, v. 2).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Colégio de Aplicação da UFPE

Endereço
Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550

Telefones
Secretaria: (81) 2126-8332
Direção: (81) 2126-8335