v. 10, n. 10 (2016)

Dossiê: Gênero e Trabalho


Capa da revista

A pluralidade dos conceitos e referenciais teóricos do termo ´gênero´ tem ganhado um espaço, cada vez maior, nas discussões cotidianas e no meio acadêmico. Reflexo disso são os debates e ações promovidas pelos movimentos sociais que trazem à cena os principais aspectos do preconceito de gênero, que atingem, sobretudo, mulheres, homossexuais, transexuais dentre outras pessoas, inclusive no mundo do trabalho. No meio acadêmico, o aumento na produção de teses, dissertações, monografias de conclusão de curso reflete o crescente interesse dos jovens historiadores em pesquisar o tema nas áreas: construção das identidades de gênero; legislação e políticas públicas de gênero no Brasil; direito das mulheres; condições de vida e trabalho das mulheres no meio rural e urbano; experiências pessoais de mulheres; o empoderamento feminino; movimentos de mulheres, feministas e LGBT etc.

Os Cadernos de História trazem artigos de pesquisadoras/es que socializam novos olhares para discussões acerca das desigualdades de gênero. Pois, além de interferir nos aspectos materiais, elas envolvem complexos simbólicos que definem lugares distintos para homens e mulheres.