O Software Educacional na Prática Docente: um olhar da Teoria da Atividade

Walquíria Castelo Branco

Resumo


Essa pesquisa investigou como os professores integram o software educacional em sua prática de ensino no contexto do laboratório de informática. A Teoria da Atividade de A. N. Leontiev foi usada como referencial teórico, por permitir analisar os objetivos dos professores, as condições de execução das ações e o contexto de desenvolvimento. A metodologia compôs-se da observação etnográfica da prática de oito professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental, durante nove aulas de uma escola particular, seguidas de entrevista. Uma análise da evolução da integração dos computadores na prática dos professores na escola revelou que o processo os conduziu a tomar para si mesmos o papel de elaborar os softwares usados. Os professores reclamavam da impossibilidade de implementar algumas escolhas didáticas na interface computacional pronta. Se por um lado, as interfaces existentes limitavam a integração do software em suas aulas, por outro, com o uso das interfaces criadas pelos professores, a demanda dos alunos por interação dos professores foi alta, dificultando uma mediação pedagógica de qualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v2i3.2178

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br