A geometria fractal e a formação do professor de Matemática: constructos possíveis

Raniery Costa do Nascimento, Lucélida de Fátima Maia da Costa

Resumo


A formação de professores de matemática constantemente vem sendo cada vez mais discutida em pesquisas na aérea da Educação Matemática. Nesse sentido, apresentamos os resultados de uma pesquisa qualitativa desenvolvida no âmbito do Programa de Iniciação Cientifica, realizada na Universidade do Estado do Amazonas, no Centro de Estudos Superiores de Parintins, com o objetivo de evidenciar as contribuições da Geometria Fractal para a formação de um professor de matemática.  Para construção dos dados utilizamos um estudo documental dos parâmetros curriculares da Educação Básica e do Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática do Centro de Estudos Superiores de Parintins - CESP. Os resultados nos permitiram descrever os conhecimentos de Geometria que são adquiridos pelos licenciandos em Matemática do CESP e compreender como a Geometria Fractal pode se relacionar com alguns conteúdos de matemática da Educação Básica. 


Palavras-chave


Formação de Professores, Geometria Fractal, Ensino de Matemática, Contextualização

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v11i1.241658

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br