Factores psicológicos, de accesibilidad y metodológicos de la enseñanza en línea, durante la situación del estado de alarma, en un Instituto de Enseñanza Secundaria Español: Propuestas de mejora.

Miguel Salazar Morcuende, María de las Mercedes Álvarez López, Ana María Martín Cuadrado, Gabriel Valerio Ureña

Resumo


A pesquisa descritiva envolveu alunos, pais e professores da IES “Sierra de Montánchez” (Cáceres) e enfocou os aspectos psicológicos, de acessibilidade e metodológicos no enfrentamento do processo de ensino on-line, após a suspensão das aulas presenciais, uma vez que o estado de alarme foi decretado para toda a Espanha em 14 de março de 2020. Os resultados revelaram a necessidade de adquirir estratégias para lidar com os efeitos psicológicos do confinamento. Do ponto de vista da acessibilidade, observou-se uma porcentagem não pequena de estudantes que apresentavam deficiências no nível do dispositivo, conexão à Internet e conhecimentos básicos sobre TIC. No nível metodológico, foram detectadas deficiências em relação aos aspectos organizacionais e ao uso das TIC. Em todas essas áreas, os agentes envolvidos fizeram propostas de melhoria.


Palavras-chave


COVID-19, Educação secundária, Estado de alarme, Educação online, TIC.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v11i2.247887

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br