ESCOLA-TERRITÓRIO: Dinâmica na relação de poder, por meio da construção da territorialização do espaço geográfico

José Gustavo da Silva MELO, Elisabeth Regina Alves Cavalcanti SILVA, Lucas Soares da SILVA, Neyla Cristiane Rodrigues de OLIVEIRA

Resumo


O presente estudo tem o objetivo de analisar os processos que contribuem para a construção da relação de poder, na dinâmica escola-território, por meio da construção da territorialização, do espaço escolar, em confluência com a comunidade. Esta pesquisa busca contribuir com elementos para futuras avaliações, no tocante ao objeto de estudo. A escola tem como linha de trabalho a gestão participativa, na qual todos da comunidade escolar participam das decisões e ações. As estratégias de pesquisa, em termos de aplicabilidade, podem ser classificadas como: abordagem qualitativa, já que se utiliza de uma disposição bastante ampla. No que concerne aos resultados da pesquisa, constata-se que a escola-território ou território-escola (Junção da escola com seu território) tem como principal foco conferir um novo significado ao papel da escola, garantindo a aprendizagem como um processo de conquista de autonomia, postulando a escola e sua comunidade como territórios educativos. Por fim, a escola se revela como unidade aberta à sua comunidade, porém com pouco envolvimento no cotidiano do seu entorno. Conclui-se, portanto, que há por parte de alguns atores (gestores, docente discente; moradores, pais de aluno: ocupantes do bairro), tanto da escola, quanto da comunidade, uma busca sistemática para construir um processo de integração entre estes sujeitos que considere as diferenças relacionadas às especificidades do seu território.


Palavras-chave


Processo de Integração; Comunidade Escolar; Aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Ensino de Geografia (Recife) - ISSN: 2594-9616



INDEXADORES E BASE DE DADOS