UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA INTEGRAR SABERES AMBIENTAIS NOS SEXTOS ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Natália Lampert Batista, Márcia Silveira Cassol, Tascieli Feltrin

Resumo


No atual contexto, devem-se desenvolver propostas pedagógicas voltadas a Educação Ambiental, que conduzam aos estudantes a reflexões sobre o Planeta em que vivemos e a sua qualidade ambiental. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo relatar uma sequência didática desenvolvida com alunos de 6ºs anos, da EMEF Junto ao CAIC Luizinho de Grandi, que buscou: debater a “Carta da Terra para Crianças” (VIANA; GONÇALVES, 2003) e confeccionar uma “Carta da Terra do CAIC” com sugestões dos alunos para uma escola e um bairro melhor de se viver; estudar a Pegada Ecológica dos/com os estudantes para refletir sobre os impactos individuais no Planeta Terra; e promover uma Saída de Campo para um espaço de conservação ambiental – O Jardim Botânico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A proposta motivou os alunos e possibilitou a sensibilização frente à Educação Ambiental.

Palavras-chave


Educação Ambiental; Sequência Didática; Relato de Experiência Pedagógica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2018.240459



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.