CONCEITOS-CHAVE DA GEOGRAFIA EM SALA DE AULA:UMA VIVÊNCIA EM TURMAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Wellington Barbosa Lira

Resumo


Este trabalho registra uma experiência vivenciada junto a turmas do oitavo ano do ensino fundamental em escolas públicas do Recife-PE. Considerando os indicativos dos Parâmetros Curriculares Nacionais, buscou-se trabalhar as categorias de análise geográfica em meio ao cotidiano dos alunos. Para tanto, utilizaram-se os espaços do entorno das escolas, e da cidade como elementos dialéticos. Inicialmente investigou-se o perfil de entendimento dos conceitos geográficos por parte dos alunos, em seguida, buscou-se a promoção de uma atividade que lhes demonstrassem que estes conceitos poderiam estar presentes no seu cotidiano. Ao final da atividade voltou-se a investigar como ficara os conceitos-chave da geografia após a sua descoberta, ou a sua redescoberta. O que se pode identificar é que houve uma significativa mudança no perfil das turmas, aquelas que não detinham o domínio dos conceitos passaram não só a compreendê-los como também entender a sua aplicação, e aquelas que detinham um conhecimento superficial passam a compreenderem a sua aplicabilidade e constataram que estes realmente se fazem presentes no seu dia-a-dia. Dessa forma, o presente trabalho visa ser um indicativo instrumental no processo de ensino e aprendizagem da ciência geográfica, especialmente em séries do ensino fundamental.


Palavras-chave


Ensino de Geografia; Conceitos-Chave; Ensino Fundamental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2018.240469



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.