ANÁLISE HISTÓRICA E EPISTEMOLÓGICA DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA: PERSPECTIVAS, IMAGINÁRIO ACADÊMICO-SOCIAL, FASES DA CARREIRA E RACIONALIDADES PARA A PRÁTICA.

Pedro Luís Mendonça Carvalho, Mário Bezerra Britto Neto, Francisco Kennedy Silva Santos, Marcelo Henrique Melo Rocha

Resumo


A literatura pedagógica vem informando com bastante frequência, a respeito das pesquisas que englobam o professor e sua formação que estão sendo realizadas ao longo do tempo. As investigações estão ligadas diretamente com as perspectivas políticas e epistemológicas que vem definindo a função do professor ao longo dos tempos. No debate de ideias sobre a formação do docente de Geografia é de crucial importância que seja realizada uma análise histórica da sua profissionalização, no Brasil e no mundo. Visando fazer uma análise envolvendo eixos da formação do docente em Geografia tais como: perspectivas, imaginário acadêmico-social, fases da carreira e racionalidades para a prática, foi feito um levantamento bibliográfico em trabalhos de autores como : (ARROYO,1985; CAVACO,1991; FREIRE,1999; GUARNIERE,1996; HUBERMAN,2000; MARCELO,1998; NÓVOA,1999; SANTOS,2011; SOUZA,2009; TARDIF, 1991). O trabalho apresentará um histórico da formação docente no Brasil e no mundo, saberes necessários para a prática docente, práticas docente e visão do professor pela sociedade tendo, como eixo norteador o Docente enquanto ser epistêmico e os desafios para a sua formação.

Palavras-chave


Formação Docente, Saberes Docente, Ciclos da Docência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ensino de Geografia (Recife) - ISSN: 2594-9616



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 
 http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/1678/1/azul.jpg