MONTE SEU MAPA: UMA ATIVIDADE PARA A ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA DE ALUNOS SURDOS

Tuane Telles Rodrigues, Letícia Ramires Corrêa

Resumo


Os recursos digitais educacionais, alinhados às novas propostas de modernização tecnológica nas escolas, têm sido amplamente discutidos e utilizados no ensino de Geografia. É nesse contexto que apresentamos a atividade Monte seu Mapa, concebida no jogo digital educacional denominado “CartoCon: Nossa Expedição Geográfica”. Ela tem como enfoque a alfabetização cartográfica, seja de alunos surdos e deficientes auditivos, ou alunos ouvintes de Santa Maria. Assim, o presente artigo tem como objetivo apresentar a construção da atividade e seu uso por parte de alunos em uma oficina educativa realizada para esse fim. A metodologia utilizada percorre a parte de organização e planejamento da atividade, bem como sua aplicação com duas turmas de ensino fundamental, compostas por alunos surdos e deficientes auditivos de uma escola de educação especial de Santa Maria/RS. Como resultado, discutimos a atividade finalizada e a percepção dos alunos ao utilizar a ferramenta para praticar os conteúdos cartográficos trabalhados teoricamente.


Palavras-chave


ensino de Geografia; Cartografia Escolar; mapa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51539/2594-9616.2020.243732

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.