CONSUMO CONSCIENTE POR MEIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA

Leandra de Lourdes Rezende Amaral, Gabriel Gonçalves Arantes, Maria Beatriz Junqueira Bernardes

Resumo


Este trabalho se debruçou em pesquisar um referencial teórico capaz de embasar a produção de propostas e ações para a efetivação da Educação Ambiental (EA) na escola por meio da transversalidade. Segue com apoio da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) instigando debates acerca da relação entre EA e a construção do consumo consciente no ambiente escolar. A pesquisa aponta uma abordagem qualitativa com enfoque na Educação Ambiental Crítica. Para tal, é necessário que reconheçamos a importância de avançar na apropriação de instrumentos que contribuam para a produção da criticidade na reflexão das ações a valores sociais materializados na escola. Assim, apresentamos o projeto “Consumo consciente, escola inteligente”, para ser implantado na Educação Básica, ensino fundamental II. Por meio deste é possível relacionar a EA e os conteúdos de diversos saberes, utilizando assuntos que envolvem o cotidiano escolar e ações nesse espaço, culminando para além do olhar crítico, mas, o olhar capaz de propor soluções que equilibrem o consumo e o meio em que se encontram.


Palavras-chave


Cotidiano Escolar; Transversalidade; Criticidade

Texto completo:

PDF

Referências


BOFF, L.. Cuidar da Terra, proteger a Vida: como evitar o Fim do Mundo. Rio de Janeiro: Record, 2010.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: apresentação dos Temas Contemporâneos Transversais, ética/Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

_______. Ministério da Educação. Temas Contemporâneos Transversais na BNCC: contexto histórico e pressupostos pedagógicos. MEC, 2019. Brasília, DF, 2019. Disponível em Acesso em 01 Nov. 2019.

CARVALHO, I. C. de M. Educação ambiental crítica: nomes e endereçamentos da educação. In: Identidades da educação ambiental brasileira / Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental; Philippe Pomier Layrargues (coord.). – Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004, p. 13-24.

CNE/CEB (Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica). Resolução Nº 7, de 07 de abril de 2010. Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, 09 de julho de 2010, Seção 1, p. 24. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=5367-pceb007-10&category_slug=maio-2010-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 01 Nov. 2019.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. São Paulo, Gaia, 1992.

INSTITUTO AKATU. Conheça as 6 perguntas do consumo consciente que ajudam a diminuir impactos negativos no meio ambiente. Akatu. 30 de maio de 2017. Disponível em: < https://www.akatu.org.br/releases/conheca-as-6-perguntas-do-consumo-consciente-que-ajudam-diminuir-impactos-negativos-no-meio-ambiente/> Acesso em: 10 de Out. 2019.

GUIMARÃES, M. Educação ambiental crítica. In: Identidades da educação ambiental brasileira / Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental; Philippe Pomier Layrargues (coord.). – Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004, p. 25-34.

______________. A dimensão ambiental na educação. Campinas, SP: Papirus, 1995, 107 p.

LIGA sustentável. Produção FCDL/Santa Catarina. Santa Catarina, 2018. 4º vídeo 4’34”. Disponível em < http://ligasustentavel.com.br/videos/4o-episodio/> Acesso em: 07 de out. 2019.

REDAÇÃO PENSAMENTO VERDE. Ecologia e educação ambiental por um futuro melhor. Pensamento Verde, 23 de Mai., 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 de out. 2019.

RIO 92. Tratado de educação ambiental para sociedades sustentáveis e responsabilidade global. Documento elaborado pelo Fórum Global das Organizações Não Governamentais, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento. Rio de Janeiro, 1992.

Disponível em

Acesso em: 10 de Out. 2019.

SATO, M. Apaixonadamente pesquisadora em educação ambiental. Educação: Teoria e Prática. Vol. 9, nº 16, jan-jul, 2001 e nº 17, jul-dez, 2001, p. 24-35.

VARGAS, C. B. de. Sustentabilidade e Consumo Consciente: A Percepção da Evolução do Modo de Consumir e como isso Pode Afetar a Gestão nos Próximos Anos. In: XV Mostra de Iniciação Científica, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, 1, 2015, Caxias do Sul, 2015. p. 02-06.




DOI: https://doi.org/10.38187/regeo2020.v3n1id244511

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS