ANÁLISE PETROGRÁFICA DOS IGNIMBRITOS BEM PRESERVADOS DA FORMAÇÃO CACHOEIRA DA ILHA, CENTRO-NORTE DO CRÁTON AMAZÔNICO, ESTADO DE RORAIMA

Nazaré Alves Barbosa, Hilberto de França Soares, Lorena Malta Feitosa

Resumo


A Formação Cachoeira da Ilha (FCI), localiza-se na porção centro-norte do Cráton Amazônico, nordeste de Roraima. É constituída por rochas ignimbríticas com cerca de 1990 Ma. As rochas piroclásticas ácidas na região do município de Amajari foram classificadas em ignimbritos: maciços, de moderado soldamento e reomórfico a partir das variações do grau no processo de soldagem, proporção e tipo de piroclastos e aspectos texturais. Os cristaloclastos são de quartzo, sanidina e plagioclásio e estão dispersos em matriz vitrofírica. Encontram-se geralmente com golfos de corrosão, denteados e intensamente sericitizados e/ou saussuritizados, evidenciando alteração hidrotermal de baixa temperatura. É possível distinguir ainda fragmentos líticos máficos, microporfiríticos e cognatos.

Palavras-chave


Vulcanismo; Paleoproterozoico;, Escudo das Guianas

Texto completo:

PDF

Referências


Gibbs, A.K.; Barron, C.N. 1993. The Geology of the Guiana Shield. New York, Claredon Press, Oxford, 245 p.

Le maitre, R. W. 2002. Igneous rocks: A classification and glossary of terms. 2. ed. Cambridge: University Press, 232 p.

Santos, J.O.S. 2003. Geotectônica do Escudo das Guianas e Brasil-Central. In: Geologia, Tectônica e Recursos Minerais do Brasil, Bizzi, L.A., Schobbenhaus, C., Vidotti, R.M., Gonçalves, J.H. editores. CPRM, Brasília, p. 169-226.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.