ESTRATÉGIAS DE CUIDADO À SAÚDE MENTAL DO TRABALHADOR DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19: uma experiência na Atenção Primária à Saúde

Túlio Romério Lopes Quirino, Luana Padilha da Rocha, Maria Soraida Silva Cruz, Bruna Leitão Miranda, Janaína Gabriela Coêlho de Araújo, Robélia do Nascimento Lopes, Suênia Xavier Gonçalves

Resumo


A pandemia vem provocando sintomas de depressão, ansiedade e estresse na população em geral e também nos profissionais de saúde. A Atenção Primária à Saúde (APS) tem papel central no enfrentamento da Covid-19 e os seus trabalhadores estão sujeitos ao sofrimento mental, o que enfatiza a importância de ações voltadas ao seu bem-estar. Este estudo consiste numa sistematização de experiência, cujo objetivo é descrever estratégias de cuidado à saúde mental do trabalhador da APS durante a pandemia da Covid-19. Estas foram desenvolvidas por uma equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (Nasf-AB), na cidade do Recife. Apesar da demanda de cuidado à saúde do trabalhador (ST) da linha de frente contra a pandemia, o cuidado com sua saúde mental representa uma lacuna nos protocolos de manejo da Covid-19, no Recife. Assim, o Nasf-AB viu a necessidade de resgatar o cuidado dos profissionais das equipes apoiadas, cuja retomada iniciou em abril de 2020. As estratégias de cuidado ofertadas são: escuta qualificada, auriculoterapia e massoterapia. A escolha da prática é livre e os encontros acontecem semanalmente. Outra estratégia foi a criação do Jornal das Flores. Essas estratégias obtiveram boa aceitação dos profissionais e o cuidado continuado vem favorecendo o melhor desempenho nas atividades cotidianas pelo alívio da dor, ansiedade e estresse. A experiência narrada sinaliza a importância de novas formas de abordar a ST e a necessidade de que tais espaços de cuidado sejam reconhecidos como dispositivos essenciais aos movimentos de retomada da rotina e superação das marcas deixadas pela Covid-19.


Palavras-chave


Pandemia; Atenção Primária à Saúde; Saúde do Trabalhador; Saúde Mental; Empatia

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIOLI, D. P.; TAVARES, A. L. de F.; BERTOLINI, G. R. F. Auriculoterapia: neurofisiologia, pontos de escolha, indicações e resultados em condições dolorosas musculoesqueléticas: revisão sistemática de revisões. BrJP, São Paulo, v. 2, n. 4, p. 356-361, dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.5935/2595-0118.20190065. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.phpscript=sci_arttext&pid=

S2595-31922019000400356&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 16 jul. 2020.

BARBOSA, R. E. C.; ASSUNÇÃO, A. da A.; ARAÚJO, T. M. de. Distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores do setor saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 28, n. 8, p. 1569-1580, ago. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012000800015.

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.phpscript=sci_arttext&pid=S0102-311X2012000800015&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 16 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização PNH. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política nacional de práticas integrativas e complementares no SUS: atitude de ampliação de acesso. Brasília: Ministério da Saúde, 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Fiocruz. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia Covid-19: recomendações aos psicólogos para atendimentos online. Brasília: Ministério da Saúde 2020a. Disponível em: http://renastonline.ensp.fiocruz.br/sites/default/files/

arquivos/recursos/saude-e-mental-e-atencao-psicossocial-na-pandemia-covid-19-recomendacoes-aos-psicologos-para-o-atendimento-online-1.pdf. Acesso em: 16 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo de manejo clínico do coronavírus (Covid-19) na Atenção Primária à Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2020b. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/08/20200408Protocolo-Manejo-ver07.pdf. Acesso em: 16 jul. 2020.

CRUZ, R. M. et al. COVID-19: emergência e impactos na saúde e no trabalho. Revista Psicologia: Organizações e Trabalho, Brasília, v. 20, n. 2, p. I-III, jun. 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&-

pid=S1984-66572020000200001. Acesso em: 13 jul. 2020.

DO VALE, E. et al. Reorganização da Rede de Atenção à Saúde para o enfrentamento da Covid-19 no município de Canaã dos Carajás, Pará. APS em Revista, Belo Horizonte,v. 2, n. 2, p. 83-90, 9 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.101.

HELIOTERIO, M. C. et al. COVID-19: por que a proteção da saúde dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde é prioritária no combate à pandemia? SciELO Preprints. DOI: https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.664. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/664/85. Acesso em: 16 jul. 2020.

HOLLIDAY, Oscar J. Para sistematizar experiências. 2. ed. Brasília: MMA, 2006.

JACKSON FILHO, J. M. et al. A saúde do trabalhador e o enfrentamento da Covid-19. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, v. 45, e14, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369ed0000120. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbso/v45/2317-6369-rbso-45-e14.pdf. Acesso em: 13 jul. 2020.

JALES, R. D. et al. Auriculoterapia no cuidado da ansiedade e depressão. Revista de Enfermagem UFPE (on-line), [S.l.], v. 13, jun. 2019. ISSN 1981-8963. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.240783. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/240783. Acesso em: 30 jul. 2020.

OPAS. ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE. Departamento de Evidência e Inteligência para Ação em Saúde. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a Covid19. Página informativa n. 5, 2020. Disponível em: https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/52054/Factsheet-

Infodemic_por.pdf?sequence=14. Acesso em: 17 jun. 2020.

PRADO, A. D.; PEIXOTO, B. C.; DA SILVA, A. M. B.; SCALIA, L. A. M. A saúde mental dos profissionais de saúde frente à pandemia do Covid-19: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde, n. 46, p. e4128, 26 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e4128.2020.

RECIFE. Secretaria de Saúde do Recife. Protocolo de Assistência e Manejo Clínico da Covid-19 na Atenção Primária à Saúde do município de Recife. Versão 1. Recife, PE, mar. 2020a.

RECIFE. Secretaria de Saúde do Recife. Atualização do Protocolo de Assistência e Manejo Clínico da Covid-19 na Atenção Primária à Saúde do município de Recife. Versão 4. Recife, PE, maio, 2020b.

RIBEIRO, M. et al. (RE)Organização da Atenção Primária à Saúde para o enfrentamento da Covid-19: Experiência de Sobral-CE. APS em Revista, Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 177-188, 8 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e4128.2020.

SANTOS, A. Escuta qualificada como ferramenta de humanização do cuidado em saúde mental na Atenção Básica. APS em Revista, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, p. 170-179, 24 jul. 2019. DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v1i2.23.

SCHIMIDT, B. et al. Impactos na saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). SciELO Preprints. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/58/69. Acesso em: 16 jul. 2020.

SBMFC. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE. Recomendações da SBMFC para a APS durante a pandemia de Covid-19. Disponível em: https://redeaps.org.br/

wp-content/uploads/2020/05/Recomendac%CC%A7o%CC%83es-da-SBMFC--para-a-APS-durante-a-Pandemia-de-COVID-19-1.pdf. Acesso em: 16 jul. 2020.

SOEIRO, R. E. et al. Atenção Primária à Saúde e a pandemia de Covid-19: reflexão para a prática. InterAmerican Journal of Medicine and Health, São Leopoldo, v. 3, p. e202003010, 2020. DOI: https://doi.org/10.31005/iajmh.v3i0.83. Disponível em: https://www.iajmh.com/iajmh/article/view/83/109. Acesso em: 16 jul. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

 

Estudos Universitários: revista de cultura

Coordenação de Gestão Editorial e Impacto Social

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura

Universidade Federal de Pernambuco

ISSN Edição Digital 2675-7354 - ISSN Edição Impressa 0425-4082

https://www.ufpe.br/proexc - estudosuniversitarios@ufpe.br

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.