SAÚDE É POLÍTICA. A PANDEMIA DA COVID-19 É POLÍTICA: apontamentos para o debate

Heloisa Maria Mendonça de Morais, Raquel Santos de Oliveira

Resumo


O ensaio explora a importância da Política para ampliar o entendimento acerca da pandemia da Covid-19 em sua origem e em seus desdobramentos. Apresenta uma breve síntese sobre a desigualdade social do Brasil para contextualizar como ela é agravada pela condição pandêmica. Aponta constrangimentos da política de saúde anterior à crise atual, sobretudo o subfinanciamento do SUS, argumentando que o golpe parlamentar ocorrido, em 2016, no país onerou essa condição. Indica, ainda, o papel de grupos econômicos que desestruturam o SUS por dentro do sistema. Ao conjunto dessas razões, atribui o ambiente favorável que o coronavírus encontrou no Brasil e que favoreceu sua difusão por todo o território. Finalmente, chama atenção para a falta de coordenação das ações contra a pandemia por parte do ente federativo e apresenta algumas fragilidades do sistema de saúde que ganharam visibilidade com a pandemia.


Palavras-chave


Covid-19; Pandemia; Sistema Único de Saúde; Desigualdade social

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, H. O que é política? Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

BARBOSA, A. F. (org.). O Brasil real: a desigualdade para além dos indicadores. São Paulo: Outras Expressões, 2012.

BARBOSA, A. F.; AMORIM, R. C. Desafios para o enfrentamento da desigualdade no Brasil. In: FONSECA, A.; FAGNANI, E. (org.). Políticas sociais, desenvolvimento e cidadania. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2013.

BERLINGUER, G. Medicina e política. São Paulo: Cebes-Hucitec, 1978.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de atenção primária à saúde. Relatório de cobertura da atenção básica. Disponível em: https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relHistoricoCoberturaAB.xhtml. Acesso em: 12 set. 2020.

COLLUCI, C. Tamanho do SUS precisa ser revisto, diz novo ministro da Saúde. Folha de S. Paulo, São Paulo, ano 96, n. 35.821, 17 maio 2016. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/05/1771901-tamanho-do-sus-precisa-ser-revisto-diz-novo-ministro-da-saude.shtml. Acesso em: 15 ago. 2020.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. O SUS merece mais em 2021. Petição pública “Você vai deixar o SUS perder mais R$ 35 bilhões em 2021?” encaminhada à Comissão Externa do Enfrentamento à Covid-19 da Câmara dos Deputados. Brasília, 9 set. 2020. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/ultimas-noticias-cns/1297-peticao-publica-voce-vai-deixar-o-sus-perder-mais-r-35-bilhoes-em-202. Acesso em: 12 set. 2020.

FUNCIA, F; OCKÉ-REIS, C. Efeito da política de austeridade fiscal sobre o gasto público federal em saúde. In: ROSSI, P.; DWECK, E.; OLIVEIRA, A. L. (org.). Economia para poucos: impactos sociais da austeridade e alternativas para o Brasil. São Paulo: Autonomia Literária, 2018.

FUNCIA, F. R.; OCKÉ-REIS, C.; MORETTI, B. “Fanatismo fiscal” está levando o Brasil ao caos social; SUS merece mais em 2021. In: Centro Brasileiro de Estudos da Saúde – Cebes [homepage], Rio de Janeiro, 8 fev. 2020. Disponível em: http://cebes.org.br/2020/09/funcia-ocke-e-moretti-fanatismo-fiscal-esta-levando-brasil-ao-caos-social-sus-merece-mais-em-2021/. Acesso em: 27 ago. 2020.

GIMENEZ, D. M. Ordem liberal e a questão social no Brasil. São Paulo: LTr, 2008.

GONÇALVES, R. Desenvolvimento às avessas: verdade, má-fé e ilusão no atual modelo brasileiro de desenvolvimento. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

HOBSBAWM, E. J. Las revoluciones burguesas. Barcelona: Guadarrama/Punto Omega, 1978.

KORYBKO, A. Guerras híbridas: das revoluções coloridas aos golpes. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

LIMA, L. D.; PEREIRA, A. M. M.; MACHADO, C. V. Crise, condicionantes e desafios de coordenação do Estado federativo brasileiro no contexto da Covid-19. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 7, jul. 2020.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MORAIS, H. M. M.; ALBUQUERQUE, M. S. V.; OLIVEIRA, R. S.; CAZUZU, A. K. I.; SILVA, N. A. F. Organizações Sociais da Saúde: uma expressão fenomênica da privatização da saúde no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 34, n. 1, 2018.

MORAIS, H. M. M.; VIEIRA-DA-SILVA, L. M.; OLIVEIRA, R. S. A coalizão dos empresários da saúde e suas propostas para a reforma do sistema de saúde brasileiro: retrocessos políticos e programáticos (2014-2018). Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 12, p. 4479-4488, 2019.

MORETTI, B.; OCKÉ-REIS, C.; ARAGÃO, E.; FUNCIA, F.; BENEVIDES, R. Mudar a política econômica e fortalecer o SUS para evitar o caos. In: Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia [homepage], Salvador, 30 maio 2020. Disponível em: http://www.isc.ufba.br/artigo-mudar-a-politica-economica-e-fortalecer-o-sus-para-evitar-o-caos/. Acesso em: 20 ago. 2020.

OMS (Organização Mundial da Saúde) = WHO (World Health Organization). WHO Coronavirus Disease (COVID-19) Dashboard. 13 set. 2020. Disponível em: https://covid19.who.int. Acesso em: 18 set. 2020.

POCHMANN, M. A década dos mitos: o novo modelo econômico e a crise do trabalho no Brasil. São Paulo: Contexto, 2001.

ROSEN, G. De la policía médica a la Medicina Social. México: Siglo Veintiuno Editores, 1985.

SANTOS, W. G. A democracia impedida: o Brasil no século XXI. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2017.

SOUZA, P. F. Uma história da desigualdade: a concentração de renda entre os ricos no Brasil, 1926-2013. São Paulo: Hucitec/Anpocs, 2018.

TEIXEIRA, S. F.; PINHO, C. E. S. Liquefação da rede de proteção social no Brasil autoritário. Revista Katálisis, Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 14-28, jan./abr. 2018.

WERNECK, G. L.; CARVALHO, M. S. A pandemia de Covid-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 5, maio 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores


Estudos Universitários: revista de cultura

Coordenação de Gestão Editorial e Impacto Social

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura

Universidade Federal de Pernambuco

ISSN Edição Digital 2675-7354 - ISSN Edição Impressa 0425-4082

https://www.ufpe.br/proexc - estudosuniversitarios@ufpe.br

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.