MARIA ELIETE SANTIAGO, por Denise Maria Botelho

Maria Eliete Santiago, Denise Maria Botelho

Resumo


Maria Eliete Santiago é graduada em Pedagogia (1971) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Mestra em Educação (1987) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Doutora em Ciências da Educação (1994) pela Université René Descartes, Paris V, França, e professora da UFPE, desde 1995. Nesta entrevista, realizada em novembro de 2020, Denise Maria Botelho, Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (2005) e professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, entrevista Eliete Santiago sobre importantes temáticas que atravessam a sua trajetória intelectual, como a obra de Paulo Freire e sua recepção na contemporaneidade, além de temas relacionados à educação durante a pandemia da Covid-19, a relações étnico-raciais e a políticas afirmativas.


Palavras-chave


Maria Eliete Santiago; Paulo Freire; Entrevista; Pedagogia do Oprimido; Covid-19

Texto completo:

PDF

Referências


Maria Eliete Santiago é graduada em Pedagogia (1971), pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestra em Educação (1987), pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e Doutora em Ciências da Educação (1994), pela Université René Descartes, Paris V, França. Desde 1995, Eliete Santiago é professora da UFPE, tendo participado, ao longo de sua carreira, de diversos conselhos e comissões técnico-pedagógicos. A professora também já atuou diretamente na gestão do Ensino Básico em Pernambuco, tendo ocupado o cargo de Diretora de Ensino da Secretaria Municipal de Educação de Olinda e, também, o cargo de Secretária de Educação do Cabo de Santo Agostinho.

A atuação acadêmica da professora Maria Eliete Santiago é ampla. Seus trabalhos abarcam e articulam temáticas como educação superior, currículo, prática pedagógica e questões étnico-raciais, além da obra de Paulo Freire. Entrevistá-la neste número nos pareceu um caminho natural para o debate desses temas, agora atravessados pela vivência, já duradoura, da pandemia pela Covid-19.

Para realizar esta entrevista, contamos com Denise Maria Botelho, da Universidade Federal Rural de Pernambuco, graduada em Pedagogia (2002) pela Faculdade de Educação e Ciências Pinheirense, Mestra em Integração da América Latina (2000) pela Universidade de São Paulo e Doutora em Educação (2005) pela mesma instituição. Denise é professora e pesquisadora nas áreas de educação e relações raciais, com viés em gênero e sexualidades, e de religiões de matrizes africanas e afro-indígenas, e gentilmente aceitou o nosso convite. A entrevista foi realizada por e-mail, no mês de novembro de 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

 

Estudos Universitários: revista de cultura

Coordenação de Gestão Editorial e Impacto Social

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura

Universidade Federal de Pernambuco

ISSN Edição Digital 2675-7354 - ISSN Edição Impressa 0425-4082

https://www.ufpe.br/proexc - estudosuniversitarios@ufpe.br

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.