Jogos geométricos no processo projetual: as residências de Mendes da Rocha

Tássia de Vasconselos, Adriane Borda

Resumo


Este trabalho registra a identificação de um repertório de padrões geométricos
recorrente nas formas de residências projetadas por Paulo Mendes da Rocha. O
estudo tem o propósito didático de promover junto aos estudantes ingressantes na
prática projetual uma postura de investigação sobre o emprego de determinadas
estruturas formais que muitas vezes configuram a maneira de um arquiteto, de um
estilo ou de uma tendência arquitetônica organizar o espaço bi ou tridimensional.
A partir do investimento desta postura tem-se caracterizado um processo
participativo de produção de conhecimento e de configuração de objetos de
aprendizagem, entre estudantes e professores, no âmbito de disciplinas de
geometria, representação e projeto.


Palavras-chave


Análise geométrica; Projeto de Arquitetura; Paulo Mendes da Rocha; Objetos de Aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BASTOS, M. A. J. Paulo Mendes da Rocha. Breve relato de uma mudança.

Arquitextos, São Paulo, 11.122, Vitruvius, jul 2012

.

BERREDO, H. E. D. Análise gráfica e hermenêutica no. Artigos e Ensaios, São

Paulo, p. 79-85, 2010.

CALDANA, V. L. Pesquisa em projeto de arquitetura e urbanismo. Cadernos de

Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, São Paulo, 2012. 148-164.

CELANI, G.; VAZ, C.; PUPO, R. Sistemas generativos de projeto: classificação e

reflexão sob o ponto de vista da representação e dos meios de produção, 2013.

Revista Brasileira de Expressão Gráfica, São Paulo, v. 1, n. 1. , 2013.

CHING, F. Arquitetura: Forma, espaço e Ordem. - São Paulo: Martins Fontes,

CLARK, R. H, and PAUSE, M. Arquitectura: temas de composición. México,

Gustavo Gili, 1997.

DIONELLO, T. ; JANTZEN, S. A. D. ; OLIVEIRA, Ana Lúcia Costa de . A

contribuição de um método tipológico na análise do patrimônio cultural

urbano nas cidades da Região Sul do Rio Grande do Sul. Projectare, v. 01, p.

-15, 2008

DOCZI, G. O poder dos limites: harmonias proporções na natureza, arte e

arquitetura. Tradução: Maria Helena de Oliveira Tricca e Júlia Bárany

Bartolomei. São Paulo: Mercuryo, 1990.

ELAM, K. Geometry of design: studies in proportion and composition. New

York: Princeton Architectural Press, 2001.

FERNANDES, V. M.; BORDA, A. Nas entre linhas de Álvaro Siza a partir do

confronto entre dois projetos. In: VI CONGRESO INTERNACIONAL DE

EXPRESIÓN GRÁFICA En Ingeniaría, Arquitectura y carreras afines, 2016,

Córdoba. VI CONGRESO INTERNACIONAL DE EXPRESIÓN GRÁFICA En

Ingeniaría, Arquitectura y carreras afines. CÓRDOBA: Editorial de la FAUD -UNC, 2016. v. ÚNICO. p. INV-456-INV-461.

FLÓRIO, W.; TAGLIARI, A. Projeto, criatividade e metáfora. Arquitetura

Revista, Julho/Dezembro 2009. 92-110.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.

GUERRA, A.; CASTROVIEJO RIBEIRO, A. J. . Casas brasileiras do século XX.

Arquitextos, São Paulo, 07.074, Vitruvius, jul 2006

.

KONING H.; EISENBERG J. The language of the prairie: Frank Lloyd Wright’s

prairie houses. Environment and Planning B, vol. 8, p. 295-323. 1981

KRIER, R. Architectural Composition. Tradução de [translated from the

German by Romana Schneider and Gabrielle Vorreiter]. 1. ed. London:

Academy editions, 1988. 320 p.

MAHFUZ, E. C. Tipo, projeto e método, construção disciplinar: quatro

partidos em debate. 1960-2000.Porto Alegre: MarcaVisual, 2011.

MAHFUZ, E. Banalidade ou correção: dois modos de ensinar arquitetura e suas

consequências. Arquitextos, São Paulo, ano 14, n. 159.05, Vitruvius. 2013.

Acessível em http://www.vitruvius.com.

br/revistas/read/arquitextos/14.159/4857

MAYER, R. A linguagem de Oscar Niemeyer. 162 f. Dissertação (Mestrado

em Arquitetura, PROPAR). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto

Alegre, 2003.

MITCHELL, W. J. A lógica da arquitetura: Projeto, computação e cognição.

Tradução de Gabriela Celani. Campinas: Unicamp, 2008.

PIAGET, J. A Construção do Real na Criança. Trad. Álvaro Cabral. Rio de

Janeiro: Zahar, 1970. 360p.

ROCHA, A. M. Jr. Divina Proporção: Aspectos Filosóficos, Geométricos e

Sagrados da Seção Áurea. - Fortaleza : Expressão Gráfica, 2011.

ROCHA, L. S.; BORDA, A. A. S. The (geometrical) dialogs Gehry establishes with

the city of Bilbao. Translated from Portuguese by Sávio de Oliveira Nogueira.

V!RUS, 14. [online] Available at:

.

[Accessed: 14 July 2018].

ROCHA, P. M. Maquetes de Papel. São Paulo: Editora Cosak, 2007.

ROTH, L. M. Entender la arquitectura. Barcelona: Gustavo Gili, 1993.

SHENK, L. R. Os croquis na concepção de arquitetura. São Paulo:

ANNABLUME, 2010.

SOUTO, A. E. M. Projeto arquitetônico e a relação com o lugar nas obras de

Paulo Mendes da Rocha, 1958 – 2000. (Tese de doutoramento, PROPAR).

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2010.

UNWIN, S. Analysing Architecture. London: Psychology Press, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.