TRANSFORMAÇÕES NO CONTEXTO DO FUTEBOL BRASILEIRO: O ESTADO COMO AGENTE DE MUDANÇA

Cristina Amélia Carvalho, Julio Cesar de Santana Gonçalves, Bruno César Santos de Alcântara

Resumo


Os autores discutem a transformação
do contexto do futebol centrando a atenção
na atuação do Estado enquanto agente de
mudança. No plano teórico, apóiam-se no
conceito de racionalidade e lógica de ação de
Max Weber e, com esse instrumento
conceitual, discutem a força da ação do
Estado, principalmente no que diz respeito à
formulação do quadro jurídico-legal que,
desde a década de 30, delimita as fronteiras
para a prática esportiva no Brasil, em
particular no tocante ao futebol. A pesquisa
tem um caráter exploratório de cunho
descritivo-explicativo,
e
seu
metodológico é calcado em uma análise
qualitativa dos dados primários e secundários
coletados. Os autores demonstram que as
mudanças no marco legal retratam o papel
do Estado como agente regulador e
evidenciam a progressiva adequação da
legislação desportiva brasileira às pressões
contextuais que abrem caminho para o
futebol negócio.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................