Avaliação do Clima Organizacional: desenvolvimento de sub-escalas dimensionais e de uma escala global

Mário Procopiuck, Luciana Santos Costa, Karina De Déa Roglio, Amir El-Kouba

Resumo


O presente trabalho trata do desenvolvimento de sub-escalas e de uma escala global de avaliação do
fenômeno clima organizacional. Inicialmente, realiza-se a fundamentação teórico-empírica acerca do
clima organizacional, posteriormente, suscitou-se questões quanto às possibilidades de mensuração
do fenômeno bem como da definição da unidade de análise mais adequada para o tratamento
quantitativo das percepções captadas a partir de ambientes reais de trabalho. Os resultados
auferidos a partir da técnica de análise fatorial evidenciam, principalmente, que há coerência entre as
bases teóricas e as assertivas que integraram o instrumento utilizado para avaliar a população
estudada. Por fim, percebeu-se uma coerência interna tanto das sub-escalas quanto da escala global
indicando que as assertivas individuais integrantes do instrumento de coleta de dados estão
associadas reticularmente umas às outras para medir nomologicamente um mesmo constructo
subjacente. Isso permite afirmar que há validade interna das escalas para avaliar o clima
organizacional se utilizadas no mesmo ambiente a partir do qual foram geradas e testadas, ou em
ambientes similares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................