PORQUE ALGUMAS PESSOAS COMPRAM MAIS QUE OUTRAS PELA INTERNET: O PAPEL DO CONHECIMENTO E DO RISCO PERCEBIDO

José Mauro da Costa Hernandez

Resumo


O objetivo deste artigo é propor e
testar um esquema teórico que explique a
freqüência e a variedade de compras
realizadas pela Internet de indivíduos que já
utilizam este canal para tal fim. Este
esquema propõe que  a freqüência e a
variedade de compras podem ser
parcialmente explicadas pela experiência na
utilização da Internet, pelo conhecimento
subjetivo na utilização da rede  para fazer
compras e pelo risco percebido de comprar
pela Internet. Os resultados do estudo
empírico mostraram que: a. tanto o tempo
quanto a intensidade de utilização da
Internet estão positivamente relacionados
com o conhecimento subjetivo na utilização
da rede  para fazer compras; b.  o risco
percebido de comprar  pela Internet está
negativamente relacionado tanto com o
conhecimento subjetivo na utilização da rede
para fazer compras quanto com o tempo de
utilização da Internet; c. a freqüência e  a
variedade das compras estão positivamente
relacionadas com o conhecimento subjetivo
na utilização da Internet para fazer compras
e com a renda pessoal, e negativamente
relacionadas com o risco percebido de
comprar pela Internet.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................