UNIVERSIDADES FEDERAIS: UMA EXPERIÊNCIA DIMENSIONADA NO TEMPO-ESPAÇO DA ATUALIDADE

Euripedes Falcão Vieira, Marcelo Milano Falcão Vieira

Resumo


Ao longo dos séculos as organizações
evoluíram  em conformidade com a
atualização das sociedades no tempo-espaço.
Isso significa que a sociedade se desenvolveu
seguindo um processo de inovação
permanente, pelo qual as formas de
organização evoluíram e adquiriram
configurações apropriadas às novas
atualidades. A dialética do desenvolvimento
organizacional permitiu redefinições
estruturais em  tempo-espaço de
transformações sociais, econômicas e
culturais. A periodicidade das transformações
é marcada por um signo dominante na
tecnologia, nas artes, na arquitetura, enfim,
na cultura e de alguma  forma em todas as
manifestações da sociedade. O
conhecimento, a informação e as técnicas
produziram ao longo do tempo os
instrumentos cognitivos e criativos de maior
poder transformador. A partir deles a
sociedade tem-se desenvolvido, renovado
suas estruturas organizacionais, mudando a
visão estratégica nas atividades econômicas
e nos comportamentos sociais. Alguns
setores  da sociedade se tornaram mais
dinâmicos no processo inovador, seguindo as
atualizações da tecnologia e dos métodos de
estruturação e de gestão. Outros, porém, por
especificidades próprias mantém uma razão
conservadora, tornando-se recalcitrantes à
mudança. Esse é,  precisamente, o caso das
Universidades Federais.  Contudo,
presentemente, pode-se encontrar iniciativas
de reestruturação organizacional e a
introdução de novos métodos de gestão. O
presente artigo trata  de  uma experiência de
mudança da estrutura  organizacional, da
distribuição  do poder e de novo contexto
comportamental na passagem  de uma
Faculdade Pública (Federal) isolada –
Faculdade de Ciências Agrárias do Pará - para
uma Universidade – Universidade Federal
Rural da Amazônia.
 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................