AS REDES SOCIAIS DIGITAIS NA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DO RECIFE - The Digital Networks in Organizational Communication: A Case Study in Recife City

Angela Cristina Rocha de Souza, Ionete Cavalcanti de Moraes, Camilla de Souza Padilha Feitosa, Vivian Oliveira Farias de Melo

Resumo


No contexto das transformações ocorridas nas últimas décadas, observamos a crescente tecnologização dos processos organizacionais, inclusive expandindo-os para o mundo virtual, nos mais diversos setores da atividade econômica. Nesse sentido, inúmeros questionamentos têm sido associados ao uso das redes sociais digitais no ambiente organizacional, sinalizando ser este um dos grandes desafios atuais. Com o objetivo de analisar o uso dessas redes, seus benefícios e desafios, utilizamos a teoria da construção social da tecnologia (SCOT). Para atingir os objetivos propostos realizamos um estudo de caso de caráter qualitativo em uma rede pernambucana de restaurantes. Como resultados, observamos que os usos profissional e pessoal das redes sociais na comunicação interna e externa, ao mesmo tempo em que se apresentam como oportunidade de inovação, trazem diversos desafios, dentre os quais aqueles relacionados aos problemas no atendimento causados pelo uso indevido das redes por funcionários e aos riscos na reputação diante da permanente exposição da empresa. No processo de apropriação social das redes pelos grupos relevantes estudados, funcionários e gestores, observamos a flexibilidade interpretativa desses atores, identificando os seguintes significados relacionados às redes sociais: inovação em termos da comunicação externa e interna, fonte de vantagem competitiva, vício tecnológico, novos rumos na comunicação, velocidade e vulnerabilidade. Os novos modos de apropriação levam a um estado de fechamento provisório, em que as redes sociais digitais se recompõem e são remodeladas constantemente a partir de seus novos usos. 

Texto completo:

PDF 340-348

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................