Valores do Trabalho e Entrincheiramento Organizacional em uma Instituição Federal de Ensino Superior

Sarah Renata Menezes e Silva, Luis Eduardo Brandão Paiva, Tereza Cristina Batista de Lima

Resumo


Este estudo teve como objetivo analisar como valores do trabalho e entrincheiramento organizacional se relacionam em servidores públicos de uma Instituição Federal de Ensino Superior – IFES. A escolha desse tema deu-se devido a importância dos vínculos indivíduo-organização para entender suas implicações no comportamento e desenvolvimento dos servidores. Para os procedimentos metodológicos, utilizou-se a abordagem quantitativa, de natureza descritiva, junto à 220 servidores públicos de uma Instituição Federal de Ensino Superior (IFES). Foram adotados duas escalas para a obtenção dos dados: a Escala Revisada de Valores Relativos ao Trabalho (EVT-R) de Porto e Pilati (2010), e a versão reduzida da Escala de Entrincheiramento Organizacional (EEO) de Rodrigues e Bastos (2012), utilizando-se, então, a estatística descritiva, o alfa de Cronbach e a correlação de Spearman. Os resultados obtidos apontam que, para os servidores, as principais metas ou recompensas desejáveis por meio do trabalho são a segurança, estabilidade financeiras e proteção do bem-estar geral da sociedade. Por outro lado, os servidores indicaram como menos relevante a busca por desafios constantes. De modo geral, os servidores não acreditam que, se saíssem da organização, estariam desperdiçando os esforços feitos para sua adaptação social.

Palavras-chave: Entrincheiramento Organizacional; Valores do Trabalho; Servidores.

DOI: dx.doi.org/10.21714/1679-18272019v17Ed.p1-16

 


Texto completo:

PDF 1-16

Apontamentos





..................................................................................................................................................................................................................................................................................