Estéticas do Contemporâneo: algumas tendências do cinema brasileiro

Catatina Andrade

Resumo


Este artigo procura analisar algumas tendências estéticas do cinema brasileiro a partir da década de 90. Para tanto, busca uma discussão do próprio conceito de estética assim como de outros conceitos a ele relacionados através, principalmente, dos autores: Walter Benjamin, Umberto Eco, Pierre Bourdieu Muniz Sodré e Raquel Paiva. Fundamentando-se, principalmente nas definições de valor, gosto, níveis de cultura, kitsch, grotesco e reprodutibilidade técnica, este trabalho visa entender como podem se dar os mecanismos de valoração e consumo e como eles interferem esteticamente nas obras.

Palavras-chave


estética; cinema contemporâneo; cultura de massa

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica, Arte e Política: ensaios sobre literatura e história da cultura, Brasiliense, São Paulo, 1994.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo, Edusp, 2007.

ECO, Humberto. Apocalípticos e Integrados, Perspectiva, São Paulo, 2001.

HALL, Stuart. Identidades culturais na pós-modernidade, DP&A, Rio de Janeiro, 1997.

NAGIB, Lúcia (org.). O Cinema da Retomada. São Paulo, Ed. 34, 2002.

PRYSTHON, Ângela F. Os conceitos de subalternidade e periferia nos estudos do cinema brasileiro. In: Sérgio Capparelli; Muniz Sodré; Sebastião Squirra. (Org.). A comunicação revisitada. 1 ed. Porto Alegre, 2005. P. 233-247.

RAMOS, Fernão Pessoa e MIRANDA, Luiz Felipe A. (organizadores). Enciclopédia do Cinema Brasileiro. São Paulo, SENAC, 2000.

SODRE, Muniz e PAIVA, Raquel. O império do grotesco. Rio de Janeiro, MAUAD, 2002.

XAVIER, Ismail. O cinema brasileiro moderno. São Paulo, Paz e Terra, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil