Notas para a Pesquisa em Comunicação em um Cenário de Imigração e Formação Cultural Recentes: o caso de Rondônia

Sandro Adalberto Colferai

Resumo


Rondônia foi constituída a partir de diferentes levas migratórias desde os últimos decênios do século XIX e, a partir da década de 1960 imigrantes do centro-sul do país configuraram a atual população do estado, que coloca no mesmo espaço descendentes de nordestinos atraídos nos ciclos da borracha, e sulistas ligados à colonização agrícola. O artigo trata de opção metodológica para a abordagem dos meios de comunicação neste cenário, a partir das reflexões de Stuart Hall e Richard Johnson, ligados aos Cultural Studies britânicos, e Jesús Martin-Barbero, acerca das sociedades latino-americanas e do seu Mapa da Mediações. 


Palavras-chave


comunicação; estudos culturais; imigração; rondônia; mapa das mediações

Texto completo:

PDF

Referências


CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas Híbridas – Estratégias para entrar e sair da Modernidade. 4. ed. São Paulo: Edusp, 2006.

CEMIN, Arneide Bandeira. Colonização e Natureza: análise da relação social do homem com a natureza na colonização agrícola de Rondônia. Dissertação de mestrado - Sociologia. Porto Alegre: UFRGS, 1992.

COLFERAI, Sandro. Texto, textualidades e jornalismo: a legitimação de práticas culturais nos editoriais do diário Folha de Rondônia. In: COLÓQUIO BINACIONAL BRASIL-MÉXICO DE CIÊNCIA DA COMUNICAÇÃO, 2, São Paulo, 2009. Anais... São Paulo, 2009

COLFERAI, Sandro. Jornalismo e identidade na Amazônia: as práticas culturais legitimadas no jornal Diário da Amazônia como representações identitárias de Rondônia. Dissertação de mestrado – Comunicação Social. Porto Alegre: PUCRS, 2009.

COULDRY, Nick. Inside Culture – Re-imagining the method of cultural studies. London: Sage, 2000.

ESCOSTEGUY, Ana Carolina D. Cartografia dos Estudos Culturais – Uma versão latino- americana. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

FELIPPI, Ângela Cristina Trevisan. Jornalismo e Identidade Cultural – Construção da Identidade Gaúcha em Zero Hora. Tese de doutorado – Comunicação Social. Porto Alegre: PUCRS, 2006.

HALL, Stuart. Da Diáspora, Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: UFMG, 2006

JOHNSON, Richard. O que é, afinal, Estudos Culturais. In:o autor. O que é, afinal, Estudos Culturais. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

KARAM, Tanius. Las relaciones entre lenguaje y comunicación em la obra de Raymond Williams. In: Razón y Palabra, Ano 14, n. 66, janeiro-fevereiro 2009. Disponível em: . Acesso em 18/04/2009.

MARTIN-BARBERO, Jésus. Dos Meios às Mediações – Comunicação, Cultura e Hegemonia. 2. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2003.

MARTIN-BARBERO, Jésus. Ofício de cartógrafo – Travessias latino-americanas da comunica na cultura. São Paulo: Loyola, 2004.

MARTIN-BARBERO, Jésus. As formas mestiças de mídia. Entrevista à Mariluce Moura. Disponível em . Acesso em 05/11/2009.

OLIVEIRA, Ovídio Amélio. Desenvolvimento e Colonização do Estado de Rondônia. 6. ed. Porto Velho: Dinâmica, 2007.

PINTO, Emanuel Pontes. Rondônia, evolução histórica – A criação do território de Guaporé, fator de integração nacional. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1993.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro – A formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 2006.

SOUZA, Carla Monteiro de. Gaúchos em Roraima. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

STRELOW, Aline do Amaral Garcia. Análise Global de Periódicos Jornalísticos (AGPJ): uma proposta metodológica para o estudo do jornalismo impresso. Tese de doutorado – Comunicação Social. Porto Alegre: PUCRS, 2007.

TEIXEIRA, Carlos Corrêa. Seringueiros e colonos: encontro de culturas e utopias de liberdade em Rondônia. Tese de doutorado – Ciências Sociais. Campinas: Unicamp, 1996.

THIÉBLOT, Marcel Jules. Rondônia, um folclore de luta. São Paulo: Secretaria de Cultura, Ciência e Tecnologia, Conselho Estadual de Artes e Ciências Humanas, 1977


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil