Noticiabilidade, Enquadramento e Cultura Jornalística: uma discussão teórica

Paula Reis Melo

Resumo


O artigo faz uma reflexão teórica sobre o enquadramento na cultura jornalística e no processo de noticiabilidade. Adota a perspectiva do jornalismo como construção do real. A notícia faz referência à realidade através da produção de sentido, processo em que os acontecimentos são construídos de acordo com os interesses dos jornalistas que estão “mergulhados” num modo particular de capturar e dar inteligibilidade ao real. Essa visão é entendida como enquadramento, ou seja, uma dimensão presente na cultura jornalística e que permeia toda a produção noticiosa. A problematização teórica contribui para des-naturalizar essa dimensão tão presente na rotina produtiva. 


Palavras-chave


enquadramento; noticiabilidade; jornalismo; cultura jornalística; notícia

Texto completo:

PDF

Referências


ALDÉ, Alessandra. Mídia e guerra: enquadramentos do Iraque. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação Social – Compós, 2004. GT Comunicação e Política.

ALSINA, Miquel Rodrigo. La construcción de la noticia. Barcelona: Paidós, 1989 [2005].

BARROS FILHO, Clóvis. & MARTINO, L. M. O habitus profissional. In: _____. O habitus na comunicação. São Paulo: Paulus, 2003. p. 107-147.

CHAMPAGNE, Patrick. A visão mediática. In: BOURDIEU, Pierre. A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 63-79.

CORREIA, João Carlos. Mediação, cultura e sociabilidade. In: ____. Comunicação e cidadania. Lisboa: Livros Horizontes, 2004. p. 13-39.

CORREIA, João Carlos. O poder do jornalismo e mediatização do espaço público. Disponível em Acesso em 17 jul. 2000.

DARNTON, Robert. Jornalismo: toda notícia que couber, a gente publica. In:

DARNTON, Robert. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. p. 70-97.

FAUSTO NETO, Antonio. Telejornais e a produção da política: estratégias discursivas e as eleições presidenciais de 1994. In: PORTO, Sérgio Dayrell. (org). O jornal: da forma ao sentido. 2ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002. p. 499-523.

FAUSTO NETO, Antonio. A sentença dos media: o discurso antecipatório do impeachment de Collor. In: Comunicação & Política. São Paulo: CEBELA (Centro Brasileiro de Estudos Latino-americanos), 1993. v. 13, n. 22-25. p. 168-193.

GALTUNG, Johan; RUGE, Mari. Structuring and selecting news. In: COHEN, Stanley & YOUNG, Jock (orgs). The manufacture of news. London: Constable, 1988. p. 52-63.

GIDDENS, Anthony. Confiança e modernidade. In: _____. As consequências da modernidade. São Paulo: EDUSC, 1991. p. 83-113.

GITLIN, Todd. The whole world is watching. Berkeley: Unviversity of California Press, 1980

MCCOMBS, Maxwell. Hay que reinventar el concepto de noticia. Entrevista a Maxwell McCombs por Paulina Leyva Muñoz. Sala de prensa - web para profesionales de la comunicacion iberoamericanos/artículos. 34 – ago. 2001, año 3, v. 2. Disponível em Acesso em 19 jan. 2005.

MOUILLAD, Maurice. A crítica do acontecimento ou o fato em questão. In:

PORTO, Sérgio Dayrell. (org). O jornal: da forma ao sentido. 2ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002. p. 49-83.

PORTO, Mauro. Enquadramentos da mídia e política. In: RUBIM, Antonio Albino Canelas (Org.). Comunicação e política: conceitos e abordagens. Salvador: Edufba, 2004. p. 73-104.

RODRIGUES, Adriano. O acontecimento. In: TRAQUINA, Nelson (org.). Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Vega, 1999. p. 27-33.

TRAQUINA, Nelson. O poder do jornalismo: análise e textos da teoria do agendamento. Coimbra: Minerva, 2000.

TUCHMAN, Gaye. La producción de la noticia: estudio sobre la construcción de la realidad. Barcelona: Editorial Gustavo Gili S.A., 1983.

WOLF, Mauro. Teorias da comunicação. Lisboa: Editorial Presença, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil