O Turbo Consumidor e a Construção do Self: a relação contemporânea entre consumo e intimidade, na cultura digital

Bruno Thebaldi

Resumo


Na contemporaneidade, torna-se praticamente impossível pensar em sociabilidade sem traçar paralelos com as práticas de consumo. Contudo, para que pudéssemos encarar o consumo como uma prática sociocultural, tal qual o conhecemos hoje, tiveram que se desenrolar algumas mudanças históricas ao longo do processo de constituição da modernidade, alicerçadas, sobretudo, pelos mecanismos e ferramentas disponibilizados pela chamada web 2.0, como as redes sociais.

Palavras-chave


consumo; entretenimento; intimidade; sociabilidade; modernidade

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk, 2011.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008.

GABLER, Neal. Vida, o filme: como o entretenimento conquistou a realidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

LIPOVETSKY, Gilles. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

MARX, Karl.; ENGELS, Friedrich. Manifesto do partido comunista. Porto Alegre: L&PM Pocket, 2010.

RIESMAN, David. A multidão solitária. São Paulo: Perspectiva, 1995.

SENNETT, Richard. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 1999.

SIBILIA, Paula. O show do eu: a intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

TURKLE, Sherry. A vida no ecrã: a identidade na era da internet. Lisboa: Relógio D´Água, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil