Rede Record e Teledramaturgia: entre a inovação e a tradição

Mariane Harumi Marakami

Resumo


O artigo possui como objetivo discutir o modo de produção de telenovelas pela Rede Record, especialmente após o processo de renovação da sua grade de programação ocorrida em meados de 2005, em uma tentativa de competir com a hegemonia de sua principal concorrente, a Rede Globo. Conferimos especial atenção à trama Vidas Opostas (2006), que representou o maior fenômeno da teledramaturgia da Record nesse período, seja no quesito audiência, seja na inovação temática e discursiva.

Palavras-chave


telenovela; rede record; inovação; tradição; produção televisiva

Texto completo:

PDF

Referências


BALOGH, A. M. O discurso ficcional na TV: sedução e sonho em doses homeopáticas. São Paulo, Edusp, 2002.

BOLLEME, G. O povo por escrito. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

BORELLI, S. H.S. e PRIOLLI, G. A Deusa Ferida - porque a Rede Globo não é mais a campeã absoluta de audiência. São Paulo: Summus Editorial, 2000.

HAMBURGER, E. Violência e pobreza no cinema brasileiro recente: reflexões sobre a idéia de espetáculo. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n.78, Jul. 2007.

LOPES, M. I. V. Telenovela brasileira: uma narrativa sobre a nação. Comunicação e Educação, São Paulo, v.1, n. 26, p. 17-34, jan./abr. 2003.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. Curitiba: Criar Edições, 2005.

MAINGUENEAU, D. Ethos, cenografia, incorporação. In: AMOSSY, R. (org.) Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 1999.

MOTTER, M. L. A telenovela: documento histórico e lugar de memória. Revista USP, São Paulo, n.48, p.74-87, dez/fev 2000-2001.

MOTTER, M. L. Ficção e realidade: a construção do cotidiano na telenovela. Sâo Paulo: Alexa Cultural, 2003.

MOTTER, M. L.; MUNGIOLI, M. C. P. Gênero teledramatúrgico: entre a imposição e a criatividade, um breve retrospecto. COLÓQUIO BRASIL-CHILE DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 2007, Santiago. Banco de papers. Santiago: Colóquio Brasil-Chile de Ciências da Comunicação, 2007.

ORLANDI, P. E. Discurso fundador: a formação do país e a construção da identidade nacional. Campinas, SP: Pontes, 2003.

XAVIER, I. O olhar e a cena: melodrama, Hollywood, cinema novo, Nelson Rodrigues. São Paulo, Cosac & Naify, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil