Cidades-clichês e Cartões-postais: a memória coletiva da internet

Fabio Gomes Goveia, Lia Carreira Scarton

Resumo


Desde o seu surgimento, a fotografia fez parte dos principais processos de representação do imaginário das cidades. Entre seus diversos suportes, o cartão-postal foi aquele que possibilitou a construção da memória coletiva destes espaços. Através da descrição da relação entre a experiência do fotógrafo, do viajante, do observador ausente e do colecionador de postais e suas vistas urbanas, este artigo busca analisar a ligação entre a construção de uma memória coletiva e a produção de imagens que dificilmente fogem do clichê (imagens-clichês). Esta análise permite compreender como é possível então o surgimento de novas representações das cidades utilizando a internet como veículo de compartilhamento de imagens digitais que substituem os tradicionais postais impressos. 


Palavras-chave


fotografia; cartão-postal; memória; imagens-clichês

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil