Fotografia e Cidade: Corpos que se entrecruzam nas intervenções artísticas urbanas

Ana Vidica

Resumo


Este artigo apresenta reflexões sobre transformação da paisagem urbana por meio da fotografia, a relação estabelecida com a Arte Pública ou Arte Urbana, a mudança do olhar, o processo de produção e recepção a partir do meu projeto de intervenção fotográfica na Marginal Botafogo, via rápida localizada na cidade de Goiânia-GO, realizado em 2009. Com esta intervenção na rua, a cidade se converteu em um museu a céu aberto, que habitualmente está entre quatro paredes, os pedestres em visitantes deste local, originando interações e reações diversas. Pretende-se perceber a cidade, como espaço de intervenção, apropriação e reinvenção, dada pelo uso da fotografia em seu espaço. E, assim verificar possíveis relações entre fotografia e cidade, que sugerem um deslocamento do ver, um deslocamento do lugar de exibição, um deslocamento do modo de produção e um deslocamento conceitual sobre fotografia. 


Palavras-chave


fotografia; cidade; intervenção urbana

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

ISSN 2175-215X

© 1996-2018 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil