@transmidia: potencialidades das redes sociais digitais na produção jornalística com perspectiva de gênero

André Luiz Lucas da Luz, Paula Melani Rocha

Resumo


A reflexão discute a apropriação da rede social Instagram pela prática da produção jornalística com perspectiva de gênero, voltado a um nicho ainda com demandas no campo: a comunidade transexual. @transmidia é o resultado de uma pesquisa aplicada em Jornalismo, desenvolvida durante o ano de 2017, a qual fundamentou-se em conceitos de jornalismo online, mídias digitais e estudos de gênero. O objetivo foi testar as potencialidades de produção e publicização de conteúdos sincronizados em redes, com testes de formatos e narrativas convergentes na constituição de quatro blocos de pautas temáticas. O estudo apontou as possibilidades que o Instagram pode provocar no campo do Jornalismo, sobretudo em humanizar informações e propiciar o debate público sobre transexualidade, livre de estereótipos. Com esse objetivo, @transmidia trata-se de um produto jornalístico, que permaneceu online a cada atualização com o propósito de observar parâmetros da interatividade por meio de testes de linguagens.  


Palavras-chave


Jornalismo online; Instagram; Jornalismo com perspectiva de gênero; redes sociais; Transexualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.34176/icone.v17i1.237948

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

ISSN 2175-215X

© 1996-2019 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil