A mão como símbolo político nas artes gráficas e visuais

Rubens Rangel Silva

Resumo


Este artigo traça um percurso dos gestos relacionados a imposição da mão e de suas representações pictóricas na história dos discursos religiosos e políticos. Traz um amplo estudo de casos, focando sobretudo na iconografia de conflitos sociais e políticos, que mostram a imagem da mão como um dos símbolos mais utilizados na arte gráfica de protesto. Este trabalho propõe, portanto, um estudo iconográfico da mão como símbolo político e poético. A partir das marcas de mãos nas cavernas, traçaremos um estudo sobre a imagem da mão em sua relação com a transformação do olhar. Recorre ainda a um recorte de uma ampla pesquisa sobre arte gráfica de protesto, com foco em cartazes de conflitos políticos e sociais.


Palavras-chave


imagem; política; mão; gesto; olhar

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, Hannah. Aparência. In: ARENDT, Hannah. A vida do espírito: o pensar, o querer, o julgar. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2000.

BOSI, Alfredo. Fenomenologia do olhar. In: NOVAES, Adauto. O olhar. São Paulo: Companhia das Letras, 1988, p. 65-87.

CASCUDO, Luis da Camara. História dos nossos gestos. Belo Horizonte: Itatiaia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1987.

CHEVALIER, Jean. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Trad. Vera da Costa e Silva. Rio de Janeiro: José Olympio, 2007.

CHRISTIN, Anne-Marie. L’image écrite: ou la déraison graphique. Paris: Flammarion, 1995.

DIDI-HUBERMAN, Georges. La ressemblance par contact: archéologie, anachronisme et modernité de l'empreinte. Paris: Les Éditions de Minuit, 2008.

DIDI-HUBERMAN, Georges (Org.). L’Empreinte. Paris: [s.n.], 1997. Catálogo de exposição, 19 fev. - 19 mai. 1997, Centre G. Pompidou.

GOMBRICH, Ernst Hans. A história da arte. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. São Paulo: EDUSC, 2001.

KORFF, Gottfried (1992). From Brotherly Handshake to Militant Clenched Fist: On Political Metaphors for the Worker's Hand. In: International Labor and Working-Class History, n. 42, 2008, p. 70-81.

LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estudantes. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

MARQUES, Ângela Cristina Salgueiro; MARTINO, Luís Mauro Sá. Mídia, ética e esfera pública. Belo Horizonte: PPGCOM UFMG, 2016. 312 p. Disponível em:

download/12/10/22-1?inline=1>. Acesso em: 20 ago. 2018.

MENNA, Giulio. Medieval maniculae in early printed books from the Elsevier Heritage Collection. 21 set. 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2018.

MONDZAIN, Marie-José. Homo spectator: ver, fazer ver. Trad. Luís Lima. Lisboa: Orfeu negro, 2015.

__________________. Le documentaire, geste d’hospitalité. In: Images documentaires, nº 75-76, dezembro, 2012.

NISSA, Gregório de. La creation de l’homme. Tad. J. Laplace, Paris, 1944.

RANCIÈRE, Jacques. The ethical turn of aesthetics and politics. In: Dissensus: on politics and aesthetics. Edição e tradução de Steven Corcoran. Londres: Continuum, 2010, p.184-202.

SACCHETTA, Vladmir (Org.). Os cartazes desta história: memória gráfica da resistência à ditadura e da redemocratização (1964-1985). São Pulo: Escrituras, 2012.

SARTRE, J. P. O ser e o nada: ensaio de ontologia fenomenológica. Trad. Paulo Perdigão. Petrópolis: Vozes, 2003.

SILVA, Rubens Rangel. Coletivo Jornadas de Junho. Belo Horizonte: Insecta (ed. do autor), 2015.

SZANIECKI, Barbara. Estética da multidão. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34176/icone.v18i1.238038

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

ISSN 2175-215X

© 1996-2019 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil