A educação superior brasileira em novas configurações

Luiza Olivia Lacerda RAMOS, Rosilda Arruda FERREIRA

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar as novas configurações da educação superior brasileira, sobretudo a partir da implantação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDB Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Para tanto, aborda-se em primeiro lugar e, abreviadamente, os contributos e as influências dos primeiros modelos de educação superior, a partir da revisão de literatura relativa à questão. Em seguida, apresentam-se as características do sistema de ensino superior brasileiro pós LDB desde a sua classificação, organização e estrutura, destacando os avanços e recuos decorrentes. Num terceiro tópico, são abordadas as novas configurações da educação superior sob o ponto de vista da base legal que regulamenta suas práticas. Neste contexto, faz-se um recorte especial para o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), instituído pelo Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007, que se constitui na manifestação mais claras do reordenamento desse nível de ensino, analisando-se um dos seus efeitos representativos: a implantação de um novo modelo de cursos de graduação em universidades federais, denominados bacharelados interdisciplinares.
Educação Superior Brasileira. Sistema de Ensino Superior Brasileiro. Bacharelado Interdisciplinar.

Brazilian university in new configurations


Texto completo:

PDF

Referências


Almeida Filho, N. & Santos. B. de S. (2008). A Universidade no século XXI: para uma universidade Nova. Coimbra: Almedina.

Anastasiou, L. G. C. & Alves, L. P. (2004). Processos de ensinagem nas universidades: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville, SC: UNIVILLE.

Anastasiou, L. G. C. (1998). Metodologia do Ensino Superior: da prática docente a uma possível teoria pedagógica. Curitiba: IBPEX.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. (2009). Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Reuni 2008 – Relatório de Primeiro Ano. Brasília, DF: MEC: SESu.

Brasil. (2007). Diretrizes Gerais do Decreto n. 6.096 – Reuni - Reestruturação e Expansão das Universidades Federais. Brasilia, DF.

Brasil. (1998). Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, 1988.

Brasil. Ministério da Educação. (2006). indissociabilidade entre ensino-pesquisaextensão e flexibilização curricular: uma visão da extensão/ Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Porto Alegre: UFRGS: Brasilia.

Catani, A. M.; Lima, L. C. & Azevedo, M. L. N. (2008). O Processo de Bolonha, a avaliação da Educação Superior e algumas considerações sobre a Universidade Nova. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v.13, n.1, pp. 7-36, mar. Disponível em: .

Chauí, Marilena. (2001). Escritos sobre a universidade. São Paulo: EDUNESP.

Fávero, M. L. A. A. (2014). Universidade no Brasil: das origens à Reforma Universitária de 1968. Revista Educar, n. 28. (pp. 17-36). Curitiba: Editora UFPR, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n28/a03n28.pdf, acesso em Jul.

Fernandes, F.( 1975). Universidade brasileira: reforma ou revolução? São Paulo: Alfa-Ômega.

Morosini, M. (org.). (2006). A universidade no Brasil: concepções e modelos. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: ,http://www.publicacoes.inep.gov.br/arquivos/%7B7E0103BC-2E4A4D94-AD06AA80565692FF%7D_LIVRO%20UNIVERSIDADES%20COMPLETO.pdf>

Paula, M. de F. C. (2002). USP e UFRJ: A influência das concepções alemã e francesa em suas fundações. Tempo Social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo, 14(2), 147161. Disponível em: . Acesso em: 28 out. 2013.

Reitores de universidades federais brasileiras pela reestruturação da educação superior no Brasil. (2006). Manifesto da universidade nova. Salvador-Bahia, Doc. On-line. Disponível em:

Tavares, M. da G. M. (1998). A Educação Superior Cidadã e a Extensão universitária: possibilidades e limitações na Lei 9.394/96 - LDB. In: Verçosa (Org.). E. de G. Educação Superior & Políticas Públicas: a implantação da nova LDB em debate. Alagoas: EDUFAL.

Teixeira, A. (1968). Uma perspectiva da educação superior no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v.50, n.111, jul/set pp. 21-28.




DOI: https://doi.org/10.33052/inter.v2i3.237377

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.